Imagem - Getrak
Empreendedorismo
5 negócios que você não imagina que permitem trabalhar em casa
Publicado por Getrak
2 de abril de 2018

Em 2018, o Brasil iniciou um processo de retomada da economia. Com isso, os índices de desemprego baixaram, mas ainda há mais de 12 milhões de brasileiros sem algum tipo de trabalho formal. Nessa busca por melhores condições de vida, as pessoas passaram a investir em negócios em casa, empreendendo com baixo investimento para garantir uma renda mensal.

Quando falamos em “trabalhar em casa”, geralmente nossa cabeça já pensa em alguns negócios mais comuns, como venda de comidas e consertos de equipamentos ou roupas. Essas são alternativas bastante válidas, mas que têm como desvantagem a alta concorrência, já que costumam ser a primeira opção de renda de muita gente.

Mas existem outros negócios, menos comentados, que também podem ser feitos em casa. E, com menos “adversários”, é possível conseguir um bom retorno.

Se você deseja se tornar um empreendedor, saiba que é possível fazer isso sem sair de casa. Continue acompanhando o post e entenda!

9 atividades para começar a trabalhar de casa

A seguir, apresentamos 9 tipos diferentes de negócios que podem ser realizados dentro do seu lar, sem a necessidade de reformas ou mudanças profundas na estrutura da casa. Procuramos trazer serviços de diferentes estilos, para que qualquer pessoa consiga encontrar ao menos uma opção de trabalho na qual acredite ser capaz de empreender. Confira!

1. Ministrar aulas por videoconferência

Caso você domine alguma matéria escolar ou outro assunto cujo aprendizado seja bastante procurado — como fazer planilhas no Excel ou falar inglês —, oferecer aulas por Skype, Google Hangouts ou outro tipo de software de comunicação a distância pode ser uma boa ideia, já que a utilização deles costuma ser fácil e flexível.

Para “pegar o jeito”, você pode começar dando aulas para conhecidos. Quando se sentir mais confiante, visite grupos de oferta de cursos e ofereça seus serviços. Criar uma página no Facebook falando sobre o seu trabalho pode ajudar a trazer mais credibilidade e aumentar sua base de clientes.

Imagem - Getrak
E-book
Guia para escolher o seu software para central de rastreamento

2. Montar uma central de rastreamento

Caminhões e utilitários leves são as opções de transporte mais adotadas pelas empresas para recebimento ou entrega de mercadorias.

Por serem alvos visados, as companhias utilizam o apoio de centrais de rastreamento, que informam em tempo real a localização de cada veículo — informação valiosa em situações de furto ou para o controle logístico.

Ao contrário do que se possa imaginar, é possível sim montar uma central dentro de casa e monitorar a rota de veículos. E é algo mais fácil do que parece: hoje em dia, existem plataformas em nuvem e fornecedores que oferecem a terceirização de toda a cadeia de valor do rastreamento.

Atualmente, é possível realizar parcerias com instaladores, atendimento 24 horas, fornecedores de equipamento e empresas de conectividade e pronta resposta, ficando sob sua responsabilidade apenas a parte de monitoramento.

3. Personalizar itens comuns

Produzir itens customizados — como canecas e camisetas — é uma atividade que podia ser realizada apenas em fábricas, mas que hoje já pode ser feita em casa. Isso porque os equipamentos necessários diminuíram muito de tamanho e, atualmente, podem ser acomodados em uma casa sem tomar todo o espaço.

Dependendo do evento, é possível oferecer os serviços pela internet, fechar a venda, produzir e entregar todos os produtos sem sair de casa. É o tipo de solução que costuma agradar a todos, já que o item pode servir de lembrança de uma festa ou evento.

4. Trabalhar como assistente virtual

Uma alternativa de trabalho ainda pouco conhecida por aqui, mas que tem grandes chances de “bombar”. Um assistente virtual faz o mesmo trabalho de uma secretária: controle da agenda, organização das reuniões, ajuste na papelada etc.

A diferença é que todo esse trabalho é feito a distância, com o auxílio de uma plataforma virtual. Em geral, um assistente virtual possui diversos clientes — em vez de um só —, o que pode ser bom.

Isso porque, ao atender pessoas com diferentes profissões e necessidades, seus conhecimentos acabam aumentando, assim como suas possibilidades de trabalho.

5. Atuar como atendente telefônico

Pensando em otimizar custos e facilitar a vida de seus colaboradores, muitas empresas passaram a oferecer à equipe que cuida do atendimento telefônico a opção de realizar esse trabalho em casa.

A companhia vai até a residência e instala todos os equipamentos necessários para a tarefa, economizando gastos como transporte e aluguel de espaço, enquanto a equipe não precisa se preocupar com o trânsito e consegue ter mais qualidade de vida.

6. Vender infoprodutos

Mergulhe no mundo virtual e ganhe dinheiro atendendo às necessidades das pessoas. A venda de informação digital é um mercado em expansão e muito lucrativo.

Faça uma pesquisa e direcione o seu mercado. O marketing digital é um setor em alta, por isso, produtos como videoaulas, e-books e cursos têm maior saída.

Os clientes buscam preço e qualidade, por isso, consulte os materiais disponíveis na área em que você pretende atuar e entenda o que pode melhorar para que o seu cliente fique satisfeito. Esse é um tiro certo para o sucesso!

7. Preparar alimentos saudáveis

Essa é a sacada da vez para quem gosta de cozinhar e está buscando uma forma de empreender sem sair de casa. O mercado de alimentos saudáveis está em alta e, além disso, as pessoas têm cada vez menos tempo para cozinhar.

Essa é a fórmula para o sucesso! Você oferece comida balanceada e bem preparada em forma de porções para as várias refeições diárias. O cliente adquire os seus produtos em quantidade — por exemplo, para uma semana.

Você pode criar programas de fidelidade, em que o cliente paga preços mais baixos por adquirir pacotes mensais, quinzenais e semanais. Você terá o trabalho de cozinhar e montar as porções. Bem embaladas, você pode terceirizar o serviço de entrega e fazer a cobrança do cliente.

É isso que o consumidor está buscando: uma boa alimentação sem se preocupar com comprar alimentos, cozinhar e fazer diariamente as suas refeições. Você vai oferecer qualidade e comodidade!

8. Ser um afiliado

Você conhece esse mercado virtual? Na prática, é o mesmo que o divulgador fazia antigamente, mas, agora, sem precisar sair de casa.

Você trabalha fazendo a divulgação de produtos, o público se interessa e clica na página do cliente. Você poderá receber pelo seu trabalho de duas maneiras: pelo número de cliques novos que sejam oriundos da sua página na internet ou com uma porcentagem pelas vendas realizadas.

Esse é um mercado inovador que está se expandindo à medida que a internet avança nas relações pessoais. Como os consumidores já não querem buscar os produtos nas lojas, o atendimento e a venda virtual são os melhores caminhos para fechar negócio — e o afiliado ganha dinheiro pela sua indicação.

Mas como participar? Você precisa buscar programas de afiliados que estejam de acordo com as linhas de interesse do perfil do seu público, ou seja, seus seguidores ou leitores do seu blog, por exemplo. Você faz um contrato com o produtor e insere o link na sua página; depois disso, é só orientar os seus clientes a visitar o site do produto que está afiliado.

Fácil, né? Tudo vai depender da sua paciência e trabalho como empreendedor digital. No começo, dá mais trabalho angariar seguidores, mas, depois, com a sua popularidade, eles começam a aparecer e aumentar diariamente.

9. Montar uma agência de turismo virtual

As pessoas estão cada vez mais investindo em qualidade de vida. Como as redes sociais mostram todos os dias as maravilhas de fazer viagens inesquecíveis, os internautas estão dispostos a gastar com esse tipo de serviço.

Uma boa opção de negócio em que você pode trabalhar sem sair de casa é montar uma agência de turismo virtual, vendendo pacotes e resolvendo todas as burocracias para o cliente. Ele apenas paga e embarca para a viagem dos seus sonhos.

É muito comum a formação de grupos de viagens para fins específicos por meio das redes sociais. Por exemplo, uma surf trip para o Havaí. Você fecha um grupo de pessoas e então começa a parte burocrática.

Você é o responsável pela viagem dos seus clientes, então, faz as reservas de acomodação pelos sites de viagens, compra as passagens e garante o deslocamento do aeroporto até o hotel. Pronto, você começa o seu serviço de agência de turismo da sua casa, sem precisar se deslocar para atender os seus clientes.

Benefícios de abrir um negócio em casa

Faz algum tempo que as coisas mudaram e a estrutura para abrir uma empresa já não é mais a mesma. Existem vários ramos de atuação, e a abertura de uma microempresa individual (MEI) já lhe dá o direito de trabalhar sem sair de casa — no entanto, é preciso verificar se o tipo de serviço que você deseja prestar se enquadra nessa categoria.

Esses novos tipos de negócio trazem benefícios financeiros e também pessoais, já que o estilo de vida mais saudável é o sonho de muitos trabalhadores brasileiros. Conheça alguns benefícios de trabalhar em home office.

Menor custo de operação

Esse é o fator que mais atrai os novos empreendedores, já que muitas vezes o serviço oferecido é a sua própria mão de obra especializada. Sem precisar pagar aluguel ou investir em equipamentos, abrir uma empresa se tornou mais fácil.

Muitas pessoas que planejam empreender, ao colocar na ponta do lápis todos os custos para iniciar suas atividades, acabam desistindo de seu sonho antes mesmo que ele saia do papel. Pagar aluguel, gerir recursos humanos e arcar com altos impostos inviabiliza muitos negócios — ao empreender em casa, você não precisa lidar com esses problemas.

Diminuição dos riscos do investimento

Quando você tem a possibilidade de iniciar um negócio com o material e a mão de obra já disponíveis, o risco de investir em uma empresa é mais baixo, por isso há cada vez mais novos empreendedores no mercado.

Às vezes, empreender é uma questão de sobrevivência em meio à crise. A internet chegou para revolucionar o mercado e muitos estão ganhando dinheiro com baixos investimentos.

Maior lucratividade

Investir em negócios em casa gera maior lucratividade porque eles tendem a ter menos custos fixos. Quando você não precisa pagar aluguel ou contratar uma equipe de trabalho, você passa a ter apenas os custos mínimos para iniciar o seu trabalho.

Com isso, você gasta menos para trabalhar e o lucro do serviço prestado fica quase todo com você. Sem custos fixos altos, você consegue ter uma maior lucratividade com os negócios home office.

Cuidados que você precisa ter para trabalhar em casa

Apresentamos acima algumas opções de negócios que podem ser realizados sem que você precise sair do conforto do seu lar.

Porém, trabalhar dentro de casa tem requisitos diferentes daqueles do ambiente do escritório. Veja alguns a seguir.

Gostar do que faz

Tudo bem que, das opções que elencamos, nenhuma consiste em uma ocupação tradicional, por assim dizer. Mas é importante que, ao escolher o que será feito, você procure um serviço com o qual tenha alguma afinidade.

Isso é importante porque o trabalho em casa tem uma quantidade maior de distrações. Então, fazer algo que desperte o interesse ajuda a manter a concentração e diminui as chances de dispersão.

Contar com os equipamentos corretos

Com exceção dos negócios de atendente e central de rastreamento, você precisará cuidar de toda a aparelhagem necessária para conseguir trabalhar.

Além de um computador com as configurações necessárias para funcionar corretamente, também é preciso ter certeza de que o seu plano de banda larga tem capacidade para aguentar todo o tráfego de dados que será utilizado no seu trabalho.

Ter disciplina para trabalhar

Como já adiantamos, trabalhar em casa exige uma dose maior de disciplina, já que as oportunidades para pensar nos afazeres domésticos são maiores. Por isso, vale a pena montar seu “escritório” em algum local isolado e fora do alcance de circulação das outras pessoas.

Caso algum familiar — como marido ou filhos — fique na residência, é importante deixar claro que, apesar de estar no mesmo local, você está trabalhando e não pode parar suas atividades para resolver assuntos de casa.

Usando esses conselhos como base, trabalhar em casa será uma tarefa muito mais tranquila, já que você terá conseguido escapar das principais situações que acabam desanimando as pessoas a testar esse novo estilo de vida.

Esperamos que este texto sobre os tipos de negócios em casa tenha apresentado alternativas diferentes de trabalho e, quem sabe, uma nova opção de renda para você.

Gostou deste post? Então, fique ligado nas dicas e novas oportunidades do mercado home office nos seguindo nas redes sociais. Estamos no Facebook, no YouTube e no LinkedIn.

 

Postagens relacionadas
Imagem - Getrak
Como saber se é hora de pedir aumento ou abrir o próprio negócio?

Já parou para pensar em como seria bom não ter nenhum chefe, ser livre para tomar as próprias dec...

Leia mais
Imagem - Getrak
7 eventos para empreendedores para participar ainda este ano

Os eventos para empreendedores são essenciais para trocar experiências e conhecer as principais ...

Leia mais
Imagem - Getrak
Como funciona o mercado de rastreamento via satélite

Na economia, a lei da oferta e procura trata da dinâmica do mercado e umas das sessões nos diz que...

Leia mais
Newsletter #MonteSuaCentral

Fique por dentro do mercado de Rastreamento.
Receba os conteúdos do nosso blog exclusivamente.