Saiba como fazer um plano de marketing para pequenas empresas

Há algum tempo, o marketing dentro de uma empresa funcionava apenas como suporte para o time de vendas. Essa ideia mudou e hoje fazer um marketing adequado é sinônimo de crescimento e expansão do seu empreendimento.

Para alcançar esses resultados, é preciso dedicar tempo para montar a sua estratégia desde o começo. Uma das primeiras etapas é elaborar o plano de marketing para pequenas empresas, que servirá como um guia prático de todas as ações que você deve tomar.

Esse documento pode ser comparado a um mapa, pois indicará diferentes caminhos e qual é o melhor a ser seguido.

Quer entender um pouco mais sobre esse assunto? Continue lendo o nosso post, pois vamos mostrar qual é a importância do plano de marketing para pequenas empresas, como montar um e muito mais. Confira!

O que é um plano de marketing?

O plano de marketing é um documento  — digital ou impresso  —  no qual uma empresa, independentemente do seu tamanho, descreve em detalhes qual será a estratégia adotada para divulgar a sua marca, os seus produtos e os seus serviços. Nele são descritas as principais atividades que serão feitas para chegar aos objetivos que foram estabelecidos.

Resumidamente, trata-se de um documento que deve mostrar o caminho que a empresa vai percorrer para cumprir os seus objetivos de atração, retenção e fidelização de clientes.

Para que serve um plano de marketing?

Um plano de marketing para pequenas empresas realmente eficiente contém começo, meio e fim. Nele é definido aonde se quer chegar, qual ação será tomada para cumprir o objetivo e quanto tempo isso vai levar no seu empreendimento.

Também se define quais métricas serão usadas para medir se os resultados estão ou não de acordo com o esperado. Ter um bom plano de marketing é importante para que o responsável pela gestão da empresa consiga ver, de modo amplo, o andamento da estratégia.

É bom lembrar que cada empresa deve ter o seu plano de marketing. O que funciona para uma corporação será diferente do que é adequado para outro tipo de negócio. Cabe ao gerente, junto com especialistas no assunto, determinar qual caminho deve ser tomado.

Apesar disso, é preciso sempre ter em mente que todo plano de marketing terá pelo menos quatro elementos em comum. Veja quais são eles a seguir!

Objetivo

Seu objetivo é aonde você deseja chegar. É importante defini-lo de modo bem específico para que você consiga correr atrás do que for necessário. Para entender melhor, imagine que um dos seus objetivos seja aumentar as suas vendas. Para estabelecê-lo de forma mais específica, é preciso definir quanto você deseja aumentar — pode ser 10, 20 ou 30%.

Estratégia

Sua estratégia diz respeito às ações que você vai tomar. Se foi definido um objetivo de aumento das vendas em 30%, por exemplo, a estratégia pode ser focar em novos segmentos do mercado que sejam pertinentes ao seu negócio, dando atenção aos interesses do seu público-alvo.

Planejamento

Para ser eficiente na sua estratégia, você deve planejar tudo o que foi definido nela. Então, se você decidir focar em novos segmentos do mercado, é preciso definir quais serão eles e qual é a melhor forma de ser eficiente nisso. Pode ser o desenvolvimento de campanhas de comunicação, por exemplo.

Ação de marketing

Agora é a hora de realmente agir e fazer as coisas acontecerem. Se você pretende fazer campanhas de comunicação, por exemplo, precisa mostrar que está disponível. Pode-se criar campanhas nas redes sociais ou até mesmo uma lista de transmissão no WhatsApp.

Qual é a importância de um plano de marketing para pequenas empresas?

Um plano de marketing para sua pequena empresa é essencial para que ela consiga crescer no mercado. Só assim será possível mostrar que a sua marca é autoridade no assunto, atrair, fidelizar e desenvolver um bom relacionamento com os seus clientes.

Isso acontece porque, ao tomar essa atitude, é possível adotar uma postura de líder no mercado. Veja, a seguir, o que o plano de marketing lhe proporciona.

Direcionamento

Tomar ações sem conhecer os motivos ou apenas ficar apagando incêndios não leva a lugar algum. O único resultado que você e sua equipe terão com isso será chegar ao cansaço extremo.

O melhor modo de evitar essa situação crítica é saber aonde você quer chegar e o que vai fazer para conseguir alcançar os resultados esperados. Tudo isso vai estar descrito, em detalhes, no seu plano de marketing.

Desse modo, sua equipe não vai precisar gastar tanto tempo, energia e recursos para alcançar bons resultados. O trabalho que será feito tem uma direção a ser seguida e vocês poderão trabalhar juntos, como um time, para chegar aonde precisam.

Segurança nas decisões

Um bom líder precisa sempre ouvir os seus subordinados, dar atenção às ideias de cada um e avaliar qual será a melhor maneira de seguir em frente. Essa realmente é uma característica positiva.

No entanto, alguns chefes passam a usá-la de maneira errada. Ficam inseguros das decisões que precisam tomar e a todo momento consultam outros profissionais sobre o que fazer e sobre qual é o melhor caminho.

Um bom plano de marketing tem a capacidade de resolver essa situação crítica. Ele dá ao gestor uma visão ampla da situação, o que torna a tomada de decisões muito mais segura.

Decisões mais eficientes

Além de tomar decisões de modo mais seguro, os gestores precisam fazê-lo de maneira eficiente. Só assim a empresa vai conseguir progredir no mercado e realmente ser vista como referência em seu ramo de atuação.

O plano de marketing elaborado para a sua pequena empresa torna possível essa ação. Ele deixará às claras qual é o cenário em que o empreendimento está, os recursos disponíveis, a mão de obra qualificada e muitos outros aspectos importantes para o seu dia a dia.

Assim, as decisões que precisarão ser tomadas serão as melhores para o cenário em que a empresa se encontra. Não será preciso ficar preocupado se o negócio está dando um passo maior do que sua capacidade e nem se o que está sendo feito é pouco quando comparado ao potencial do empreendimento.

Estímulo à criatividade

Você, como dono de um pequeno negócio ou futuro empreendedor, sabe que a criatividade é essencial para trazer inovações ao mercado e se destacar dos concorrentes.

Seu plano de marketing pode estimular a criatividade de toda a sua equipe. Seu pessoal terá uma base para pensar como cada ponto do negócio deve funcionar e até mesmo simplificar alguns dos processos que serão feitos.

Lembre-se de que não é porque algo está no seu plano de marketing que não pode ser aprimorado. Essas mudanças no meio do caminho fazem parte do processo e proporcionam o crescimento da empresa e o aumento da satisfação dos seus colaboradores.

Quais são os benefícios de um bom planejamento de marketing?

Tudo o que apresentamos até agora já mostrou que fazer um plano de marketing para pequenas empresas é algo realmente benéfico. Para ajudar você a tomar essa decisão certeira, listamos alguns resultados que você terá e que farão toda a diferença no seu negócio.

Quer saber quais são? Acompanhe!

Aumentar a visibilidade da sua marca

Muitas empresas deixam de vender apenas porque o negócio não é visto pelo público que tem a intenção de fazer compras ou contratar seus serviços.

Para executar corretamente uma campanha de marketing, é preciso muito planejamento, e é esse o objetivo de criar um documento como o plano de marketing. Qual será o resultado dessa ação?

Sua marca terá maior visibilidade e será lembrada com mais frequência. Isso facilitará que o cliente, após conhecer sua empresa, tenha vontade de comprar seu produto ou serviço e ainda o motivará a continuar comprando, tornando-o um consumidor fiel.

Alavancar as vendas e a lucratividade

Alavancar as vendas é o desejo de todo empreendedor. À medida que vende mais, é possível tornar o negócio mais lucrativo, ampliar o capital de giro, conseguir estabilidade no mercado e ainda encontrar outros investimentos que aumentarão a percepção de valor de seu cliente em relação à qualidade de seus produtos ou serviços.

Conseguir alcançar esses resultados não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. Para atingir esse objetivo, você terá de passar por uma série de ações. A primeira delas é elaborar um plano de marketing para a sua pequena empresa.

Nele serão estipulados métodos para alavancar as vendas dos seus serviços e aumentar a lucratividade em um período de tempo razoável, tornando a sua receita recorrente cada vez maior.

Divulgar seus serviços e produtos

Divulgar seus serviços e produtos não deve ser algo deixado ao acaso. Um cliente que faz uma compra em sua empresa deve conhecer muito bem o que seu negócio oferece e como você pode resolver os problemas dele.

O consumidor não pode descobrir tardiamente, após fazer várias compras com você, que é possível contratar outros tipos de serviços ou produtos que resolveriam o problema dele.

Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre o mercado de monitoramento veicular

Para isso, é preciso que você desenvolva métodos que tornem os produtos e serviços que sua empresa oferece conhecidos. O melhor modo de fazer isso é por meio do seu plano de marketing.

Como fazer um plano de marketing passo a passo?

Como já vimos, montar um plano de marketing é uma estratégia inteligente que vai ajudar muito no crescimento do negócio. Desse modo, será possível aumentar a visibilidade da sua empresa, melhorar a reputação da sua marca e atrair e fidelizar os consumidores.

Mas o que você pode fazer para montar o seu plano de marketing? Para ajudá-lo nessa jornada, preparamos um passo a passo. Confira!

Faça uma análise de mercado e conheça seus concorrentes

Para fazer uma análise de mercado corretamente, é preciso dar atenção a alguns detalhes. São eles:

  • ter conhecimento da sua empresa, do tipo de negócio que você tem ou pretende ter;
  • saber quem são seus clientes e qual é a melhor maneira de atendê-los;
  • conhecer seus concorrentes, as medidas que eles adotam no mercado e seu diferencial competitivo;
  • outros dados e informações relevantes ao mercado em que você atua.

Só assim você conseguirá ter um entendimento claro do cenário em que sua empresa está inserida.

Vale a pena lembrar que a análise da concorrência é uma parte importante do processo de conhecimento do mercado. Isso vai ajudá-lo a entender qual é a melhor ação a tomar.

No entanto, tome cuidado para não ficar obcecado com o que seus concorrentes fazem, para não prejudicar sua capacidade de inovação. Com o tempo, você estará apenas correndo para oferecer o que já existe no mercado. Por isso, é muito importante manter o equilíbrio.

Conheça seu público

Por mais inovadora que seja a oferta de um produto ou serviço, ela atingirá apenas um grupo específico de pessoas. Esse será o seu público-alvo.

Conhecer as características de quem realmente tem a intenção de procurar o que você oferece é vantajoso, pois evita a perda de tempo e de dinheiro ao oferecer a sua solução para quem não tem interesse nela.  

Por isso, um plano de marketing para pequenas empresas deve ter um nicho de mercado bem definido. Assim, as suas ações serão voltadas para o que realmente faz a diferença e importa para o seu público-alvo.

Saiba como agregar valor ao seu cliente

Os produtos ou serviços oferecidos precisam ser a solução de um problema do cliente. Quem tem uma central de rastreamento veicular, por exemplo, tem consumidores que buscam mais segurança em seu dia a dia. A solução para a insegurança que vem crescendo é colocar um rastreador nos veículos. Esse é o básico a oferecer.

Mas, além disso, podem ser oferecidos alguns diferenciais atrativos para o cliente, como:

  • planejamento do melhor percurso;
  • acessibilidade (talvez investir em funções que o cliente possa controlar por aplicativos de smartphone);
  • possibilidade de bloqueio do veículo em caso de roubo.

Ter bem claro o que o seu público-alvo procura vai ajudá-lo a agregar valor para o cliente. Assim, o seu consumidor será atendido de modo cada vez mais satisfatório.

Defina os objetivos da empresa

Outro ponto importante que merece total atenção ao montar um plano de marketing é a definição dos objetivos. Para saber qual é o melhor caminho a ser seguido, é necessário saber aonde se quer chegar.

Por isso, estipule objetivos de curto, médio e longo prazos. Lembre-se de ser realista na hora de fazer isso. Correr atrás de algo impossível de atingir é desanimador, mas ver que as metas estipuladas estão sendo alcançadas aumenta a motivação da sua equipe.

Escolha as estratégias a serem utilizadas

Até agora, você aprendeu que deve fazer uma análise de mercado completa, conhecendo o seu concorrente, o seu público-alvo e o produto ou serviço que oferece, e também já estipulou aonde quer chegar.

Agora é o momento de escolher qual caminho vai percorrer para cumprir os seus objetivos. Para isso, conheça muito bem as limitações que sua empresa tem no momento, como a quantidade de recursos disponíveis para investimento e a capacidade da sua estrutura.

Para entender um pouco melhor, pense que você decidiu promover a sua marca nas redes sociais e criar um canal de interação com os seus clientes, mas no seu empreendimento não há pessoas capacitadas para dar andamento a esse trabalho.

Esse exemplo deixa claro que a ação definida não precisa apenas ser boa; você e sua equipe precisam contar com uma estrutura eficaz para ter bons resultados.

Então, conhecendo muito bem a sua capacidade, elabore as suas estratégias. Alguns pontos que merecem sua atenção são:

  • canais de divulgação que serão usados;
  • linguagem apropriada para chamar a atenção do seu público-alvo;
  • política de descontos;
  • programa de fidelização de clientes.

Escolha os canais de marketing

Acabamos de ver que é muito importante escolher a estratégia certa para o seu plano de marketing. Um dos pontos que merecem sua total atenção é a escolha dos canais de divulgação. Isso porque será necessário levar em consideração dois aspectos:

  • seus recursos e sua estrutura, como já vimos;
  • onde seu público-alvo tem forte presença.

Não adianta fazer uma campanha de marketing perfeita se as pessoas que você quer atrair não terão acesso àquilo que você vai mostrar. Lembre-se de que ter vários meios de fazer o seu marketing não obriga a sua empresa a usar todos eles.

Então, se o seu público é composto por pessoas que costumam acessar redes sociais com frequência, você pode elaborar conteúdos atrativos e relevantes para essas mídias. Caso o seu consumidor em potencial seja uma pessoa que costuma ouvir rádio, pode investir em anúncios nesse espaço.

Faça um plano de ação

Lembre-se de criar um plano com ações de marketing que você pretende colocar em prática. Pode ser elaborada uma lista com as atividades na ordem em que precisam ser executadas. Essa atitude evita que você e sua equipe fiquem perdidos e impede o desperdício de recursos.

Lembre-se de deixar o seu plano de ação o mais detalhado possível. Inclua informações como o responsável pela execução da tarefa, os resultados que pretende alcançar com ela e como as consequências de cada ação serão medidas.

Para facilitar a sua tomada de decisões, crie também uma lista de ações alternativas. Assim, ficará mais fácil passar pelas mudanças e imprevistos que podem surgir no mercado.

Monitore e mensure

Assim que colocar o seu plano de ação em prática, é preciso definir os meios que você usará para monitorá-lo. Se o objetivo do seu plano de marketing é aumentar a satisfação e, consequentemente, a retenção dos clientes atuais, por exemplo, você pode fazer pesquisas de satisfação e avaliar quantos consumidores voltaram a fazer negócios com a sua marca.

As métricas que você vai usar para monitorar e mensurar os resultados devem variar de acordo com os objetivos que foram estabelecidos. Só assim você saberá se realmente está tendo os resultados esperados.

Use a tecnologia a seu favor

A cada dia que se passa, mais inovações surgem no mercado. Por isso, procure meios de se adequar a elas e utilizá-las de modo que beneficiem o seu empreendimento.

Quem vai abrir uma central de rastreamento veicular, por exemplo, pode contratar um software já disponível no mercado com todas as funcionalidades necessárias.

Não é preciso desenvolver um sistema do zero. Desse modo, é possível aproveitar o que está disponível no mercado a um excelente custo-benefício.

Crie um bom cronograma

É necessário dar uma grande atenção ao cronograma, especialmente no plano de marketing para pequenas empresas. Dessa forma, defina em quanto tempo você deverá alcançar o objetivo que foi estabelecido.

Não importa se isso acontecerá dentro de uma semana, um mês, seis meses, um ano ou mais. É preciso apenas ter bem claro quando as suas metas serão alcançadas. Somente assim você poderá realmente medir os seus resultados e ver se está indo no caminho certo.

Conte com a ajuda de um profissional especializado

Como você já pôde perceber, o plano de marketing, independentemente do porte do negócio, varia de uma empresa para outra. Quem está há pouco tempo no mercado ou tem uma empresa pequena pode se sentir inseguro para tomar essa atitude sozinho.

Sendo assim, não hesite em contar com a ajuda de especialistas no seu ramo de atuação, pois um profissional especializado vai conseguir desenvolver a melhor estratégia para o seu empreendimento. Ele vai “pegar na sua mão” e levá-lo aonde você deseja chegar. Depois de fazer isso, vai ensiná-lo a manter os resultados alcançados.

Esse tipo de investimento vai fazer toda a diferença na sua empresa e, com toda a certeza, tornará a sua marca cada vez mais atrativa para o seu público-alvo.

Após a leitura deste post, ficou claro que elaborar um bom plano de marketing é essencial para fazer o seu negócio crescer. Essa é a chave para alavancar as suas vendas, fidelizar os seus clientes e captar novos consumidores. À medida que colocar em prática as dicas que trouxemos, você estará cada vez mais próximo de alcançar o sucesso que deseja no mercado.

Gostou de saber como fazer um plano de marketing para pequenas empresas? Quer ter acesso a conteúdos de qualidade como este diretamente em seu e-mail? Assine a nossa newsletter!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"