O que é preciso considerar na hora de comprar o rastreador ideal?

Existem vários requisitos relevantes que vamos explorar ao longo do texto, para quem deseja se informar acerca de como comprar um bom rastreador. Em primeiro lugar, é preciso estar atento na hora da compra para ter certeza da boa procedência e do suporte pós-venda:

– Possui Certificado da Anatel?

– O fornecedor é o próprio fabricante ou o aparelho está sendo vendido por um terceiro? Caso sejam terceiros, a documentação está em dia?

– O produto possui garantia? Existe suporte técnico para a configuração e ajuda na solução de eventuais problemas?

– O fornecedor é do Brasil? A empresa possui suporte em âmbito nacional, tem suporte técnico ou apenas central de vendas?

Além disso, é preciso considerar as principais funções de um rastreador. Certamente poucos terão todas as funções, mas o ideal é que o rastreador tenha o máximo dessas funções para garantir sua qualidade.

Quais as funcionalidades do rastreador

Responsável por enviar dados à central de rastreamento, a fim de permitir o controle de informações do veículo, o rastreador a ser escolhido deve ter as funcionalidades abaixo.

– Possuir ignição virtual ou por acelerômetro. Isso ajuda na instalação do equipamento em carros novos nos quais não se pode mexer na parte elétrica.

– Ter modo Sleep e/ou SuperSleep, para que o rastreador possa dormir após a ignição ser desligada evitando o consumo desnecessário de bateria do carro, ou do próprio equipamento.

– Ter odômetro, horímetro, KM.

– Ler a tensão da bateria externa (bateria do veículo)

Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre o mercado de monitoramento veicularPowered by Rock Convert

– Ler a tensão da bateria interna (bateria do rastreador)

– Ter alerta para violação de bateria externa

– Ter alerta para falha, ou baixa quantidade de bateria interna

– Ter antifurto

– Ter detecção de Jamming GPS e GPRS

Quais são as áreas de uso dos rastreadores?

Por sua grande funcionalidade e versatilidade, os rastreadores podem ser usados em diversas áreas com diferentes objetivos. Listamos aqui algumas das principais!

Rastreamento de veículos

Carros: o rastreamento veicular é o mais simples em comparação aos outros. O rastreador deve ter as funções descritas acima, principalmente ignição virtual para instalações especiais em carros ainda na garantia ou carros importados que geralmente não permitem que mexam na parte elétrica.

Motos: o rastreador para motocicletas deve ter impreterivelmente sleep para dormir assim que a moto for desligada evitando consumo de bateria. É indispensável também o acelerômetro, para casos em que haja o uso de reboques onde o rastreador deve “acordar” assim que detectar um movimento.

Caminhões: o rastreador deve suportar altas tensões pois a bateria de caminhão é mais forte, deve ter certificação IP67, além das das outras funções descritas acima.

Rastreamento pessoal

O rastreamento pessoal é mais complexo, pois possuem valor mais elevado e geralmente são bem mais simples, tendo apenas um botão de pânico ou alerta, bateria de grande duração e acelerômetro.

Rastreamento de ativos

O rastreamento de ativos se assemelha ao pessoal, mas costuma ser descartado em alguns casos no final da entrega. Quando isso não ocorre, ele assume as condições do rastreador pessoal, tendo em alguns casos bateria de maior duração, modens mais potentes dadas as condições que trabalham, e alguns sensores.

Com esses esclarecimentos você já pode ter uma melhor noção na hora de escolher o aparelho que melhor se adapta às suas funções. Em caso de dúvidas, ou para ter mais informações, consulte profissionais* para fazer a escolha certa!

Powered by Rock Convert

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"