Warning: time() expects exactly 0 parameters, 1 given in /home/getrak/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/frontend/class-frontend.php on line 167

Descubra como empreender na crise e ter sucesso

Em momentos de instabilidade e recessão econômica, empreender na crise e tirar aquele sonho do negócio próprio do papel pode ser uma das melhores formas para fugir do desemprego.

As incertezas sobre o futuro fazem com que as pessoas minimizem os riscos ao empreender, mas, ao mesmo tempo, tenham essa como uma opção válida, já que o dinheiro no final do mês quase não paga as contas.

Nesse período, alguns negócios crescem e se destacam como uma boa oportunidade. Um exemplo é o setor de segurança, que está cada vez mais em alta.

Em momentos de crise, os riscos estão mais latentes e a necessidade de mudança faz toda a diferença para superar esse período.

A seguir mostramos para você como é possível empreender na crise, como avaliar o mercado para não cair em ciladas e o que é preciso para abrir o seu próprio negócio. Acompanhe!

Como empreender na crise?

A crise é uma série de acontecimentos que diminui o trânsito de recursos financeiros dentro do país. De uma forma mais prática, significa que tem menos dinheiro circulando no mercado porque as empresas vendem menos, o desemprego aumenta, as pessoas consequentemente gastam menos e, com isso, as empresas pagam menos impostos. Assim, o governo arrecada menos e injeta menos dinheiro na economia.

É possível sair desse círculo vicioso?

A grande sacada quando esse cenário predomina no país é andar na contramão. Produzir mais, investir mais e gastar mais. Parece loucura, não é mesmo? Mas essa é a melhor solução!

Por isso, investir no negócio próprio, tirar as ideias do papel e colocar a mão na massa podem render bons frutos em um futuro mais próximo do que você imagina.

É preciso analisar o cenário e entender o que o mercado precisa nesse momento. A palavra de ordem é segurança, então, as empresas que se especializam nesse setor tendem a ter mais procura pela sua mão de obra.

Como avaliar o mercado em tempos de crise?

Com a crise, menos dinheiro circula no país, por isso, as pessoas vão cortar os gastos com itens supérfluos. É preciso investir em negócios de extrema necessidade, alguns exemplos estão nas áreas de alimentação, segurança, internet, beleza, entre outros.

As pessoas precisam comer e cada vez mais a alimentação saudável está em alta. Por isso, abrir negócios nesse segmento tem boas chances de um futuro bastante promissor.

A segurança é um quesito indispensável, as pessoas estão investindo mais em monitoramento e rastreamento de veículos, sistema de segurança privada, entre outros.

A internet tem se mostrado um mercado promissor, apesar de parecer saturado, se o trabalho for bem realizado, as chances de sucesso são maiores.

Como escolher o melhor negócio na crise?

Nesse período, os empreendedores têm menos dinheiro para investir e os clientes também querem gastar menos.

Analise as possibilidades de mercado que lhe agradam mais e busque por empreendimentos que necessitem de um investimento inicial mais baixo.

Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre o mercado de monitoramento veicularPowered by Rock Convert

Depois, planeje tudo que você precisa para iniciar os trabalhos com esse novo negócio. Não faça dívidas em período de recessão, procure empreender com investimentos que você já tem e planeje qual o prazo para obter o retorno com o investimento inicial.

Você sabe o que é um negócio com receita recorrente?

É aquele tipo de negócio em que as pessoas pagam para ter os seus produtos ou serviços com frequência. Um exemplo disso são as empresas de alimentação que fazem entregas diárias de duas ou mais refeições.

Esse mercado pode ser uma boa opção de negócio em tempos de crise, já que a clientela é fidelizada com mais facilidade. Vamos para um exemplo?

Você ficou desempregado, tem pouco dinheiro para investir no seu negócio próprio, mas tem muita habilidade em manusear e cozinhar. Você pode abrir uma pequena empresa e começar a fazer marmitas saudáveis. Começando com propagandas em grupos na internet e fazendo um bom trabalho, em pouco tempo, você poderá se firmar no mercado e expandir seus negócios.

Como somar forças?

Não se deixe abater com as dificuldades do período de crise. Empreenda com o apoio e a colaboração de todos os membros da sua família.

Comece seu negócio tentando aproveitar toda mão de obra possível, sem precisar contratar funcionários. O investimento inicial pode ser muito alto e o retorno pode não ocorrer no tempo esperado, por isso, é preciso estar preparado para ter capital de giro ao abrir uma empresa.

Se você tiver a oportunidade de dividir o trabalho, dividendos e lucros com pessoas próximas a você, isso pode fortalecê-lo ao longo dessa caminhada.

Lembre-se: você está empreendendo para crescer. Planeje todas as suas ações e trabalhe com bastante garra para que a sua empresa se estabilize e passe a trazer retornos constantes.

O que é preciso para abrir um negócio?

Planejamento

Faça um plano de negócio no qual você possa definir todas as etapas para abrir a sua empresa. Faça os cálculos necessários para o investimento inicial, os custos de funcionamento e preveja como serão os retornos do seu empreendimento.

Prepare-se

Pense primeiro, haja somente depois de ter calculado e planejado todos os passos necessários para uma excelente execução do seu projeto. Primeiro, levante o investimento, calcule os gastos e só depois disso inicie seu negócio. A dica é: comece somente quando estiver pronto!

Capital de giro

Mesmo escolhendo o melhor negócio em tempos de crise, lembre-se de que você precisa ter fundos para manter sua empresa nos primeiros meses de funcionamento. O capital de giro é o respiro que você terá até que os lucros sejam constantes.

Fuja das dívidas

Durante a crise não é o momento certo para se endividar, por isso, tente ao máximo empreender com investimentos próprios, sem recorrer aos empréstimos bancários.

Seja inovador

Escolha um mercado aquecido para os negócios, como a segurança, por exemplo, mas lembre-se de sair do óbvio. Ofereça serviços e produtos que surpreendam seus clientes e fidelizem os consumidores com mais facilidade.

Cative os clientes

A qualidade do atendimento é a alma do negócio. Se você preza pela atenção e cuidado com o seu cliente, ele será o melhor divulgador dos seus produtos. Não esqueça que a satisfação de um cliente antigo é tão importante quanto conquistar um novo consumidor.

O momento é de crise, mas as possibilidades de novos negócios estão cada vez mais latentes. É hora de fazer as contas, planejar e tirar as ideias do papel para conseguir uma renda extra ou se recolocar novamente no mercado de trabalho.

Você curtiu este texto sobre como empreender na crise e ter sucesso? Então continue sua visita em nosso blog e leia agora mesmo o texto “como conseguir dinheiro para abrir um negócio? 4 dicas essenciais” para saber mais sobre o assunto!

Powered by Rock Convert

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação