Como abrir uma empresa de rastreamento

O ponto principal é pensar seu negócio:

“Quem serão os clientes?”

“Qual tecnologia vou utilizar?”

“Quais opcionais posso oferecer?”

A resposta de cada uma dessas perguntas vai mostrar não só como abrir sua central, mas como abrir uma central que atenda perfeitamente suas expectativas e as dos seus clientes.

Qual tecnologia vou usar na minha central de rastreamento?

O mercado hoje oferece inúmeros rastreadores e cada um tem sua tecnologia de comunicação. As mais usuais são as transmissões de dados por sistemas GPS e GPRS, Sistema de posicionamento global e Serviços Gerais de Pacote por Rádio, respectivamente.

Cada tecnologia tem suas características que podem ser mais funcionais de acordo com cada cliente, portanto, é interessante por trabalhar com ambas.

O sistema GPRS, por exemplo, transmite informações por comutação de pacotes de dados, isso permite uma comunicação simultânea muito mais rápida e um hábil gerenciamento do sistema M2M, máquina para máquina.

Já o sistema GPS tem como sua principal vantagem a triangulação do geoprocessamento feita pela rede mundial de satélites. Graças ao processamento feito na órbita terrestre, interferências atmosféricas, como chuvas, não alteram a eficiência da localização.

É importante também ter um servidor e computadores modernos e bem equipados. Eles serão responsáveis pelo processamento de informações, por isso, dependendo da quantidade de veículos monitorados, é importante ter máquinas que tenham capacidade de rodar os softwares sem problemas.

Aliado a isso, é preciso ter uma Internet rápida e confiável, afinal a transmissão de informações entre os dispositivos remotos da frota de veículos e a central de rastreamento é feita pela rede.

Quais opcionais posso oferecer para o monitoramento de veículos?

Um bom serviço é necessário para agradar qualquer cliente, mas num mercado em que a concorrência também oferece essa qualidade, como ter um destaque de peso?

Simples: oferecendo diferenciais.

Quanto maior for o seu leque de atendimento, mais satisfeito e inclinado a fechar negócio estará o cliente. Ainda que ele não for usar todos os serviços, ele vai optar pela companhia que lhe pareça mais completa e avançada.

Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre o mercado de monitoramento veicularPowered by Rock Convert

Nesse sentido, uma boa dica é trabalhar com rastreamento de veículos feito por celular.

Quais cliente vou ter na central de rastreamento?

É preciso saber quais clientes você gostaria de atender, para estruturar sua central numa proporção equivalente. Não seria possível atender uma frota de 300 veículos com 100 rastreadores, tão pouco seriam necessários 1.000 rastreadores para atender 50 clientes.

Imagine quem são seus clientes em potencial e ainda os que você preferencialmente gostaria de atender. Podem ser companhias de táxis, vans escolares, distribuidoras, empresas privadas e públicas, etc. as opções são vastas e a necessidade do tipo de monitoramento para cada uma também.

Então, refletiu quais características se encaixam no perfil da sua central? Elabore uma estratégia e entre em contato com a Getrak para ter informações mais detalhadas. Uma central tem um ótimo custo-benefício, mas é preciso uma boa estratégia e suporte profissional para entrar no mercado com o pé direito!

 

Powered by Rock Convert

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação