Veja quais são os carros mais roubados de 2018 e os mais vendidos!

Na hora de comprar um veículo, os clientes procuram por informações relativas a dois tipos de rankings totalmente diferentes, mas muito importantes. Afinal, antes de fechar um negócio, saber quais são os automóveis que lideram a lista de vendas é tão importante quanto saber quais são os carros mais roubados de 2018.

Esses dados são atualizados mensalmente pela Superintendência de Seguros Privados, a Susep, responsável pela contabilização do Índice de Veículos Roubados (IVR). A mensuração é feita a partir dos acionamentos da apólice de seguro por roubo ou furto.

Na hora de comprar ou trocar de carro, esse é um detalhe que precisa ser observado pelo consumidor. Portanto, se você está pensando em adquirir um automóvel novo ou usado, e não sabe qual modelo escolher diante dos índices de violência crescentes, separamos uma lista com os carros mais vendidos e os mais roubados em 2018. Quer conhecer as opções? Então, confira o nosso post!

Quais são os modelos mais vendidos em 2018

Veículos novos

Para compor a lista com os carros mais vendidos, é preciso basear-se nos números divulgados mensalmente pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

A última atualização reflete as vendas registradas até o mês de outubro do ano corrente, levando em consideração a quantidade de unidades emplacadas em todo o território nacional nesse período.

Confira, a seguir, os dez modelos de carros novos mais vendidos:

  1. Chevrolet Onix — 168.547 unidades;
  2. Hyundai HB20 — 88.120 unidades;
  3. Ford Ka — 87.802 unidades;
  4. Volkswagen Gol — 61.516 unidades;
  5. Volkswagen Polo — 57.923 unidades;
  6. Chevrolet Prisma — 57.400 unidades;
  7. Fiat Strada — 56.295 unidades;
  8. Fiat Argo — 52.904 unidades;
  9. Renault Kwid — 52.582 unidades;
  10. Jeep Compass — 50.527 unidades.

Veículos usados

Vale a pena conhecer, também, os números referentes ao volume de carros seminovos e usados que foram negociados até o mês de outubro deste ano, segundo os dados divulgados pela Fenabrave. Confira, abaixo:

  1. Volkswagen Gol — 609.251 unidades;
  2. Fiat Palio — 384.100 unidades;
  3. Fiat Uno — 383.382 unidades;
  4. Chevrolet Celta — 225.458 unidades;
  5. Fiat Strada — 185.547 unidades;
  6. Volkswagen Fox — 182.206 unidades;
  7. Chevrolet Corsa — 179.910 unidades;
  8. Ford Fiesta — 176.912 unidades;
  9. Fiat Siena (incluindo o modelo Grand Siena) — 164.060 unidades;
  10. Toyota Corolla — 143.717 unidades.

Quais são os carros mais roubados de 2018

Para falar de carros mais roubados de 2018, é preciso entender os dados atualizados pela Susep. Até outubro deste ano, um levantamento dos índices de IVR mostrou que, se for levado em consideração o número de sinistros (furto ou roubo) em relação ao número de veículos com cobertura de seguro contratada, é possível chegar aos seguintes índices:

  1. Fiat Toro — 14.866 veículos segurados, com 235 ocorrências e IVR de 1,581%;
  2. Volkswagen Voyage — 96.669 veículos segurados, com 1.441 ocorrências e IVR de 1,491%;
  3. Hyundai HB20 — 176.850 veículos segurados, com 2.265 ocorrências e IVR de 1,281%;
  4. Volkswagen Gol — 197.102 veículos segurados, com 2.160 ocorrências e IVR de 1,096%;
  5. Fiat Palio — 178.752 veículos segurados, com 1.877 ocorrências e IVR de 1,050%;
  6. Volkswagen Fox — 104.323 veículos segurados, com 1.061 ocorrências e IVR de 1,017%;
  7. Fiat Uno — 129.849 veículos segurados, com 1.262 ocorrências e IVR de 0,972%;
  8. Renault Sandero — 152.832 veículos segurados, com 1.428 ocorrências e IVR de 0,934%;
  9. Ford Fiesta — 141.738 veículos segurados, com 1.047 ocorrências e IVR de 0,739%;
  10. Toyota Corolla — 191.078 veículos segurados, com 1.230 ocorrências e IVR de 0,644%.

Como é possível notar, os dois carros mais roubados de 2018 são o Volkswagen Voyage, da categoria sedã, e o Fiat Toro, da categoria utilitário leve.

Observar esses números pode ajudar o cliente na sua tomada de decisão, já que a contratação do seguro desses modelos é mais cara, uma vez que correm mais risco de serem alvo dos marginais. 

Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre o mercado de monitoramento veicularPowered by Rock Convert

Qual é o preço médio para os seguros dos cinco veículos mais roubados

Os valores das apólices de seguro variam de acordo com o estado e a cidade de domicílio, além da pesquisa de perfil do proprietário.

Com o intuito de criar um valor médio para a pesquisa, as seguradoras traçam um modelo de apólice de um comprador do sexo masculino, com 35 anos e cobertura de R$ 100.000 de danos contra terceiros.

Além dos carros mais roubados de 2018, veja também o preço médio do seguro para os modelos mais vendidos em quatro capitais nacionais.

Hyundai HB20 Comfort 1.0

De acordo com o levantamento, é possível notar que, para esse modelo, o seguro mais caro é o praticado em São Paulo, enquanto que Brasília apresenta o mais barato. Veja os valores:

  • Curitiba — R$ 3.208,56
  • São Paulo — R$ 3.239,13
  • Rio de Janeiro — R$ 2.987,11
  • Brasília — R$ 2.283,49

Volkswagen Gol Trendline 1.0

Já para o Gol Trendline, o seguro mais caro é praticado no Rio de Janeiro. Brasília, novamente, apresenta o valor mais barato:

  • Curitiba — R$ 3.017,96
  • São Paulo — R$ 3.420,93
  • Rio de Janeiro — R$ 3.848,10
  • Brasília — R$ 2.424,34

Ford New Fiesta Titanium Plus 1.0

A mesma situação acontece com o Ford New Fiesta Titanium Plus. Veja:

  • Curitiba — R$ 3.022,54
  • São Paulo — R$ 3.557,78
  • Rio de Janeiro — R$ 3.882,93
  • Brasília — R$ 2.607,19

Ford Focus SE1.6

Para o Ford Focus, a cidade de Curitiba, por sua vez, apresenta o valor de seguro mais baixo. Assim como ocorre com os modelos anteriores, o Rio de Janeiro apresenta, mais uma vez, o valor mais alto:

  • Curitiba — R$ 4.118,02
  • São Paulo — R$ 4.517,29
  • Rio de Janeiro — R$ 5.632,04
  • Brasília — R$ 4.865,77

Renault Sandero Authentique 1.0

Por fim, o Renault Sandero Authentique apresenta, novamente, um valor de seguro mais caro no Rio de Janeiro e mais barato em Brasília:

  • Curitiba — R$ 2.755,96
  • São Paulo — R$ 2.750,10
  • Rio de Janeiro — R$ 3.407,26
  • Brasília — R$ 2.379,32

Diante desses dados, o cliente pode procurar pelos modelos que mais agradam os consumidores e, ao mesmo tempo, ver quais trarão os custos mais altos após a compra — podendo considerar o custo-benefício mais interessante antes da aquisição.

Como vimos, os números refletem um cenário em que a criminalidade causa grandes prejuízos ao bolso do consumidor, ainda mais se ele optar por algum dos modelos presentes na lista apresentada. Ainda assim, é preciso salientar que a quantidade de carros roubados é relativamente baixa, se levar em consideração o volume de veículos comercializados no país.

Gostou deste texto sobre os carros mais roubados de 2018? Então, que tal aproveitar a visita para seguir a nossa página no Facebook? Assim, você poderá conferir as nossas publicações em primeira mão, direto no seu feed de notícias!

Powered by Rock Convert

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"