Afinal, o que esperar dos carros do futuro? Confira 6 tendências

Criados no final do século XIX, os automóveis passaram por diversas evoluções ao longo dos anos que os tornaram mais seguros e sofisticados.

Hoje é praticamente impossível pensar nas nossas vidas sem eles. Você já parou para pensar em como serão os carros do futuro? Será que finalmente eles vão voar?

Ninguém sabe ao certo, mas podemos antecipar possibilidades para os carros do futuro. Continue com a leitura deste post e descubra quais são as tendências! 

1. Carros autônomos 

Os veículos autônomos, ou seja, carros que não precisam de motorista para chegar ao seu destino, são tema de muitas discussões e, em alguns países, já é possível ver diversos modelos em fase de teste. A Apple, por exemplo, conta com mais de 50 automóveis autônomos circulando nos Estados Unidos. 

Outra gigante que vem desenvolvendo seus veículos autoguiados é a Google. Mas afinal, você sabe como eles funcionam?

De forma bem simples, podemos dizer que esses automóveis utilizam um sofisticado sistema de telemetria e GPS para se localizar e tomar decisões sem que uma pessoa interfira. 

A única tarefa que o usuário precisa fazer é informar ao veículo qual o destino desejado. Feito isso, o automóvel projeta a rota mais eficiente e leva os ocupantes ao local escolhido.

Ainda existe muito receio sobre esses carros, mas, no futuro, é provável que eles estejam bem presentes em nosso dia a dia. 

Além disso, não serão apenas os veículos de pequeno porte que serão autônomos. Já existem diversos projetos e modelos funcionais de caminhões e outros automóveis pesados total ou parcialmente autoguiados. Acidentes causados por motoristas cansados após o transporte de muitas cargas poderão enfim deixar de existir. 

2. Automóveis conectados 

Conforme os veículos autônomos forem evoluindo, a aposta é que eles também se comuniquem entre si para evitar acidentes e tornar o trânsito mais ágil.

Colisões serão coisas do passado e os engarrafamentos também serão bem menores, uma vez que o número de semáforos vai diminuir. 

No que diz respeito à segurança, essa tecnologia trará muitos benefícios. Caso um veículo detecte que a pista está escorregadia, por exemplo, ou exista um acidente à frente, ele pode avisar os outros automóveis e evitar derrapagens e colisões. Da mesma forma, se um carro tiver problemas mecânicos, ele poderá informar que está mais lento. 

Além de “conversarem” entre si, os automóveis estarão muito mais integrados aos dispositivos que usamos em nosso dia a dia. Algumas montadoras — como a Mercedes-Benz, já desenvolvem esses veículos. É o caso do Mercedes-Benz E-Class, que pode ser controlado via celular. 

3. Mobilidade compartilhada 

Por que ter um carro parado na garagem sem uso se você pode compartilhar um com outras pessoas e reduzir as suas despesas com transporte? Isso diminui o número de automóveis nas ruas e, por consequência, a emissão de gases prejudiciais ao meio ambiente. 

compartilhamento de veículos é um serviço que já existe e vem se mostrando bem prático. Com a popularização dos veículos autônomos, você não vai mais precisar ter um carro em sua garagem.

Toda vez que quiser, bastará pedir um veículo por meio de um celular, por exemplo, e um automóvel que estiver próximo e for para um destino semelhante ao seu será encaminhado. 

Essa será uma verdadeira revolução no que diz respeito a transporte público. Não será mais preciso ficar esperando por ônibus, trens ou metrôs lotados. Várias pessoas com destinos próximos usarão o mesmo automóvel e, assim que chegarem, ele estará disponível para outros usuários. 

4. Rastreadores veiculares 

Mesmo com o serviço de compartilhamento de veículos se destacando, conforme a população cresce, a quantidade de veículos tende a aumentar.

Mais carros em circulação podem fazer com que também aumente o número de roubos. Com os altos preços dos seguros, as melhores alternativas serão os rastreadores de veículos. 

Esse serviço tem crescido bastante nos dias atuais, principalmente por ser uma alternativa mais barata e eficaz aos tradicionais e caros seguros.

No futuro, com uma frota muito maior, a tendência é que esses valores fiquem ainda mais altos, inviabilizando a contratação. 

Por outro lado, a tecnologia de rastreamento veicular tende a evoluir e se tornar cada vez mais eficaz e acessível, sendo uma boa opção para inibir roubos. 

Além disso, o rastreamento contribuirá para o monitoramento da frota de veículos, tanto particulares quanto de carga. 

5. Combustíveis alternativos 

Com a tendência de tornar as tecnologias mais sustentáveis, uma alternativa para os combustíveis é uma prioridade, uma vez que os veículos são alguns dos maiores responsáveis pela poluição da atmosfera. Há alguns anos, começaram a surgir os chamados carros verdes — que consomem menos combustível ou são movidos a eletricidade. 

Com certeza os híbridos e elétricos serão os carros do futuro, mas eles não vão ser os únicos. Atualmente, existem diversos estudos sobre combustíveis alternativos que não poluam o meio ambiente.

Existem protótipos de carros movidos à energia solar, lixo orgânico, hidrogênio e até mesmo a ar. 

De todas as tecnologias, a que mais parece estar perto de se tornar uma realidade é a dos veículos movidos a hidrogênio.

Várias empresas já têm modelos funcionais de automóveis que utilizam esse combustível alternativo. Uma delas é a montadora japonesa Honda, que já comercializa um carro desse tipo no Japão: o Clarity Fuel Cell.

O Clarity Fuel Cell é um sedã capaz de rodar até 750 quilômetros sem precisar reabastecer e com emissão zero de poluentes.

No futuro, é bem provável que modelos a hidrogênio venham a substituir os carros híbridos — que ainda queimam combustível fóssil, mesmo que em menor quantidade quando comparados aos automóveis convencionais. 

6. Realidade aumentada 

Sabe aquela foto ou vídeo com adereços feito com o aplicativo Instagram? Esse é um exemplo de realidade aumentada.

Nos carros do futuro, essa tecnologia também estará disponível. Todas as informações que você precisar estarão disponíveis no para-brisa — como velocidade, consumo de combustível e rota, eliminando a necessidade de indicadores no painel ou aparelhos de GPS. 

Como você viu, muitas das tecnologias dos carros do futuro já estão sendo testadas e até mesmo usadas de outras formas.

Independentemente de os veículos voarem ou não, uma coisa é certa: eles serão muito mais tecnológicos, seguros, sustentáveis e amigáveis que os atuais. 

Gostou de conhecer as tendências para os carros do futuro? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente o que você espera desses automóveis!

Powered by Rock Convert

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"