Terceirização de monitoramento: um sinal de economia

O forte aquecimento ocorrido no mercado de rastreadores veiculares nos últimos anos tem feito com que diversas centrais de monitoramento enfrentem desafios na hora de oferecer serviços de qualidade para seus clientes. São diversos os fatores que interferem nisso, dentre eles a instalação dos dispositivos, monitoramento dos mesmos e até mesmo o pós-venda.

Frente a esse cenário, podemos fazer um questionamento que se torna principal para qualquer negócio: como eu posso oferecer um serviço de qualidade para meus clientes, diminuindo os custos e focando nas vendas?

A solução que tem surgido no mercado atual é justamente a terceirização do monitoramento. Centrais que contam com um atendimento próprio podem ter que arcar com custos altíssimos, além de diversas questões trabalhistas que estão envolvidas no processo.

Tomando como exemplo, uma frota composta por 100 veículos pode chegar a um valor de R$ 250 por carro, o equivalente a R$ 25 mil reais mensais. Para centrais menores, esse custo pode representar uma grande fatia de seu empreendimento.

Mas quais são as vantagens de terceirizar meu monitoramento?

Em um contexto geral, as centrais de menor porte têm assumido um atendimento de forma amadora, por não conseguir suprir as necessidades do cliente totalmente, o que acaba desviando seu foco das vendas e causa um desconforto no dia-a-dia.

A terceirização do monitoramento de sua central tem sido uma das opções mais práticas e econômicas existentes hoje no mercado. São várias as possibilidades que este serviço possibilita, desde o recebimento de relatórios periódicos sobre ocorrências dos clientes, até a apuração de veículos que estão sem comunicação. Além disso, a terceirização possibilita um acompanhamento de novos cadastros na sua base.

Hoje, centrais de rastreamento têm como principal fonte de renda as receitas recorrentes, que exigem um bom volume de vendas. Terceirizando este tipo de atendimento, o proprietário pode então voltar seu foco para este setor, tendo, assim, um retorno bem mais positivo e, logo, custos mais baixos.

O mercado realmente necessita dos serviços de rastreamento?

Eficiência é uma palavra de ordem no mundo dos negócios atualmente. É preciso gastar menos, investir de forma correta e saber explorar as fraquezas e vantagens do seu negócio e do mercado. Mas o que isso tem a ver com o rastreamento de veículos? Simples: Tudo.

Por que o rastreamento de veículos é importante para o mercado?

Como falamos brevemente, é preciso que uma companhia tenha uma otimização dos serviços e estratégias para prosperar de forma segura e rápida. Um meio indiscutível para tal fim é adotar o rastreamento de veículos.

Pode parecer uma ligação indireta, mas não é. Os serviços de rastreio oferecem uma vantagem para qualquer firma: as métricas.

Graças aos dispositivos telemétricos é possível:

mensurar, de forma mais precisa, gastos como gasolina – considerando que é possível saber até o quão a embreagem é usada de forma correta e como são feitas acelerações e passagens de marcha;
orientar os motoristas e otimizar o consumo com uma dirigibilidade mais responsável;
traçar e monitorar rotas, bem como sugerir desvios no caso de congestionamento. Com viagens mais rápidas, mais serviços podem ser prestados pelos clientes.
além de tudo isso, a segurança é um fator fundamental. Quem faz aquisição de um tracker (dispositivo remoto de rastreamento) está comprando segurança. Para uma transportadora, por exemplo, com uma carga valiosa, é fundamental ter a segurança do monitoramento.

Quais as necessidades do mercado por rastreadores?

Cada nicho possui necessidades específicas, mas todas podem ser atendidas por uma central de rastreamento e por esse motivo o mercado favorece tanto as companhias de rastreamento.

desde companhias privadas a públicas, há uma demanda por rastreamento;

cooperativas de táxis, por exemplo, têm aderido aos dispositivos para ter mais segurança;

setores de logística e produção precisam saber gerir as frotas de forma segura, e o rastreio permite um controle das rotas e dos paradeiros dos produtos;

grupos ou investidores particulares que trabalham com vans escolares usam do rastreio para ter mais segurança e até mesmo para acompanhar motoristas terceirizados, avaliando se estão mantendo os limites de velocidade e seguindo as rotas mais seguras indicadas;

o ramo de locação de veículos é outro a utilizar sempre os serviços de rastreio a fim de ter um controle sobre o uso do carro, pois isso permite saber se houve ou não respeito aos termos do contrato;

outro segmento que se mostra um aliado importante das centrais de rastreamento são as transportadoras. Como geralmente suas cargas têm um valor alto, é de suma importância investir na segurança dos veículos. Essas empresas fazem questão do uso de trackers, pois podem acionar as autoridades competentes de forma imediata em casos de extravio, ou mesmo acompanhar rotas e otimizar percursos.

Fora esses segmentos com maiores frotas, ainda há diversas empresas menores ou motoristas individuais que optam por fazer planos de rastreio. Tudo isso ilustra um pouco desse mercado que em pouco tempo tem expandido em grande quantidade devido a uma alta demanda.

 

Como abrir uma empresa de rastreamento

O ponto principal é pensar seu negócio:

“Quem serão os clientes?”

“Qual tecnologia vou utilizar?”

“Quais opcionais posso oferecer?”

A resposta de cada uma dessas perguntas vai mostrar não só como abrir sua central, mas como abrir uma central que atenda perfeitamente suas expectativas e as dos seus clientes.

Qual tecnologia vou usar na minha central de rastreamento?

O mercado hoje oferece inúmeros rastreadores e cada um tem sua tecnologia de comunicação. As mais usuais são as transmissões de dados por sistemas GPS e GPRS, Sistema de posicionamento global e Serviços Gerais de Pacote por Rádio, respectivamente.

Cada tecnologia tem suas características que podem ser mais funcionais de acordo com cada cliente, portanto, é interessante por trabalhar com ambas.

O sistema GPRS, por exemplo, transmite informações por comutação de pacotes de dados, isso permite uma comunicação simultânea muito mais rápida e um hábil gerenciamento do sistema M2M, máquina para máquina.

Já o sistema GPS tem como sua principal vantagem a triangulação do geoprocessamento feita pela rede mundial de satélites. Graças ao processamento feito na órbita terrestre, interferências atmosféricas, como chuvas, não alteram a eficiência da localização.

É importante também ter um servidor e computadores modernos e bem equipados. Eles serão responsáveis pelo processamento de informações, por isso, dependendo da quantidade de veículos monitorados, é importante ter máquinas que tenham capacidade de rodar os softwares sem problemas.

Aliado a isso, é preciso ter uma Internet rápida e confiável, afinal a transmissão de informações entre os dispositivos remotos da frota de veículos e a central de rastreamento é feita pela rede.

Quais opcionais posso oferecer para o monitoramento de veículos?

Um bom serviço é necessário para agradar qualquer cliente, mas num mercado em que a concorrência também oferece essa qualidade, como ter um destaque de peso?

Simples: oferecendo diferenciais.

Quanto maior for o seu leque de atendimento, mais satisfeito e inclinado a fechar negócio estará o cliente. Ainda que ele não for usar todos os serviços, ele vai optar pela companhia que lhe pareça mais completa e avançada.

Nesse sentido, uma boa dica é trabalhar com rastreamento de veículos feito por celular.

Quais cliente vou ter na central de rastreamento?

É preciso saber quais clientes você gostaria de atender, para estruturar sua central numa proporção equivalente. Não seria possível atender uma frota de 300 veículos com 100 rastreadores, tão pouco seriam necessários 1.000 rastreadores para atender 50 clientes.

Imagine quem são seus clientes em potencial e ainda os que você preferencialmente gostaria de atender. Podem ser companhias de táxis, vans escolares, distribuidoras, empresas privadas e públicas, etc. as opções são vastas e a necessidade do tipo de monitoramento para cada uma também.

Então, refletiu quais características se encaixam no perfil da sua central? Elabore uma estratégia e entre em contato com a Getrak para ter informações mais detalhadas. Uma central tem um ótimo custo-benefício, mas é preciso uma boa estratégia e suporte profissional para entrar no mercado com o pé direito!

 

Como montar um serviço de rastreamento veicular por celular

Primeiramente é preciso saber como funciona o serviço de rastreamento. Atualmente, as tecnologias de geolocalização utilizam diversos caminhos e algoritmos para comunicação e interpretação de dados e saber um pouco disso, ajuda a compreender os benefícios trazidos pelo mais novo aliado do rastreamento: o celular.

Como é feita a comunicação entre o rastreador e a central de rastreamento

Rastreador é o dispositivo de rastreamento capaz de enviar dados à central mensurando dados do veículo e sua posição geográfica. Se trata de um aparelho telemétrico que pode ter diversas funções de acordo com a compatibilidade do veículo.

Existem aparelhos capazes de mensurar detalhes técnicos e da dirigibilidade, como acelerações e frenagens bruscas, uso de embreagem, desvio de rotas pré-estabelecidas e uso de combustível. Todas essas informações – e ainda várias outras que podem ser programadas – são enviadas do tracker para a central de rastreamento de forma M2M (máquina para máquina).

Uma conexão estabelecida por M2M quer dizer que o processo de comunicação é completamente independente da interferência humana. Desse modo, os funcionários da central de rastreamento veicular ficam livres para se concentrar em fazer interferências apenas nos casos específicos em que são atenção é realmente necessária.

Um exemplo seria a necessidade de um contato da central para verificar o motivo de um desvio de rota, o que traz mais segurança ao veículo monitorado

Como funciona o rastreamento de veículo pelo celular

Como vimos, as máquinas se comunicam entre si de forma automática e intuitiva. Elas podem processar dados, interpretar informações e assim gerar alertas e avisos gerais quando for necessário.

Com isso, o smartphone, companheiro de bolso indispensável nos dias de hoje, se tornou um novo aliado no monitoramento de veículos trazendo mais segurança a todos.

As informações que saem do tracker instalado no veículo são transmitidas em tempo real para a central, e da mesma forma podem ser enviadas instantaneamente para outros dispositivos – como um smartphone.

Existem apps de rastreamento disponíveis nas lojas virtuais dos sistemas operacionais Android, Google Play, e Apple. Algumas empresas já disponibilizam seus próprios apps para que qualquer cliente possa baixar e acompanhar o rastreamento que está sendo feito pela central. Com isso, além de ter segurança, o cliente pode acompanhar todo o processo.

Como montar o serviço de rastreamento por celular?

Primeiro. é preciso investir nos aparelhos necessários. Uma central de rastreamento de veículos deve ter dispositivos de rastreamento, rastreadores, computadores da central para análise dos dados, pessoal treinado e um serviço de gerenciamento para celular. É possível contratar um especialista para criar um sistema de celular, embora no mercado seja possível encontrar companhias que oferecem tudo pronto.

Essas empresas ofertam os rastreadores, softwares, aplicativos para celular, desse modo, fica por conta do empreendedor que está montando a central apenas contratar seu pessoal e gerir de melhor forma seu empreendimento.

 

 

O que é preciso considerar na hora de comprar o rastreador ideal?

Existem vários requisitos relevantes que vamos explorar ao longo do texto, para quem deseja se informar acerca de como comprar um bom rastreador. Em primeiro lugar, é preciso estar atento na hora da compra para ter certeza da boa procedência e do suporte pós-venda:

– Possui Certificado da Anatel?

– O fornecedor é o próprio fabricante ou o aparelho está sendo vendido por um terceiro? Caso sejam terceiros, a documentação está em dia?

– O produto possui garantia? Existe suporte técnico para a configuração e ajuda na solução de eventuais problemas?

– O fornecedor é do Brasil? A empresa possui suporte em âmbito nacional, tem suporte técnico ou apenas central de vendas?

Além disso, é preciso considerar as principais funções de um rastreador. Certamente poucos terão todas as funções, mas o ideal é que o rastreador tenha o máximo dessas funções para garantir sua qualidade.

Quais as funcionalidades do rastreador

Responsável por enviar dados à central de rastreamento, a fim de permitir o controle de informações do veículo, o rastreador a ser escolhido deve ter as funcionalidades abaixo.

– Possuir ignição virtual ou por acelerômetro. Isso ajuda na instalação do equipamento em carros novos nos quais não se pode mexer na parte elétrica.

– Ter modo Sleep e/ou SuperSleep, para que o rastreador possa dormir após a ignição ser desligada evitando o consumo desnecessário de bateria do carro, ou do próprio equipamento.

– Ter odômetro, horímetro, KM.

– Ler a tensão da bateria externa (bateria do veículo)

– Ler a tensão da bateria interna (bateria do rastreador)

– Ter alerta para violação de bateria externa

– Ter alerta para falha, ou baixa quantidade de bateria interna

– Ter antifurto

– Ter detecção de Jamming GPS e GPRS

Quais são as áreas de uso dos rastreadores?

Por sua grande funcionalidade e versatilidade, os rastreadores podem ser usados em diversas áreas com diferentes objetivos. Listamos aqui algumas das principais!

Rastreamento de veículos

Carros: o rastreamento veicular é o mais simples em comparação aos outros. O rastreador deve ter as funções descritas acima, principalmente ignição virtual para instalações especiais em carros ainda na garantia ou carros importados que geralmente não permitem que mexam na parte elétrica.

Motos: o rastreador para motocicletas deve ter impreterivelmente sleep para dormir assim que a moto for desligada evitando consumo de bateria. É indispensável também o acelerômetro, para casos em que haja o uso de reboques onde o rastreador deve “acordar” assim que detectar um movimento.

Caminhões: o rastreador deve suportar altas tensões pois a bateria de caminhão é mais forte, deve ter certificação IP67, além das das outras funções descritas acima.

Rastreamento pessoal

O rastreamento pessoal é mais complexo, pois possuem valor mais elevado e geralmente são bem mais simples, tendo apenas um botão de pânico ou alerta, bateria de grande duração e acelerômetro.

Rastreamento de ativos

O rastreamento de ativos se assemelha ao pessoal, mas costuma ser descartado em alguns casos no final da entrega. Quando isso não ocorre, ele assume as condições do rastreador pessoal, tendo em alguns casos bateria de maior duração, modens mais potentes dadas as condições que trabalham, e alguns sensores.

Com esses esclarecimentos você já pode ter uma melhor noção na hora de escolher o aparelho que melhor se adapta às suas funções. Em caso de dúvidas, ou para ter mais informações, consulte profissionais* para fazer a escolha certa!

Acabei de abrir minha central de rastreamento o que fazer?

Cada vez mais as pessoas têm visto vantagens em abrir empresa de rastreamento de veículos. O custo inicial é relativamente baixo e por isso atrai pequenos empreendedores. Porém não basta comprar os equipamentos, há uma série de cuidados e compromissos a serem assumidos para garantir o sucesso de uma central de rastreamento novinha em folha.

Nós vamos dar algumas dicas para que você tenha noção se começou bem seu investimento e quais passos seguir a partir daí para ter destaque e se tornar referência.

Equipamento: selecionei os rastreadores adequados?

O mercado dispõe de uma grande variedade de dispositivos de rastreamento veicular (os Módulos de rastreadores), cada um tem suas particularidades que influenciam no seu valor e funcionalidade. Outro diferencial a se considerar é o tipo de conexão de rede, que deve se adequar às necessidades da sua central.

Existem rastreadores que usam o sistema GPS (sistema de posicionamento global) e outros que utilizam o GPRS ( Serviços Gerais de Pacote por Rádio). É aconselhável trabalhar com diversos dispositivos para poder oferecer serviços com as duas tecnologias, assim o cliente pode optar pela que vai se adaptar melhor a ele.

Tenho funcionários treinados para atuar na central de rastreamento veicular?

Embora a comunicação dos rastreadores com a central de rastreamento seja totalmente automatizada, é preciso que os funcionários estejam bem treinados a respeito dos procedimentos a serem cumpridos nos casos em que forem necessárias intervenções.

Um funcionário que tem como dever acompanhar o rastreamento, deve saber analisar rotas mais seguras e com trânsito mais fluido. Além disso, o tempo de resposta tem que ser ágil!

Todo o cliente preza por um pós-venda de qualidade e isso também faz diferença numa companhia de rastreamento. Não basta instalar os dispositivos! Uma vez que sua central de rastreamento foi aberta, você deve manter um serviço amigável e sempre disposto a auxiliar e responder os clientes. Isso não é uma cortesia, mas uma obrigação para quem deseja ter uma boa reputação no ramo.

Quem são os clientes que necessitam do serviço de rastreamento veicular?

É possível montar contratos de serviço de rastreamento veicular para empresas privadas de diversos segmentos (como transportadoras, empresas de aluguéis de veículos, companhias de vans escolares etc.), instituições públicas e também contratos individuais, nesse último caso, por meio de convênios.

Outra forma de adquirir clientes é por meio da modalidade “Pregão Eletrônico” que seleciona serviços para licitações públicas.

Para participar de licitações e poder oferecer os serviços da sua empresa para órgãos públicos, é preciso apresentar uma proposta comercial, documentos que comprovem a regularidade fiscal, documentos de habilitação, e também comprovantes de qualificação econômico-financeira, e qualificação técnica. Além disso, é preciso participar e ser aprovado em todas as etapas de pregão.

Agora que você tem essas valiosas informações sobre os primeiros passos da sua central de rastreamento já ficou animado para tocar o seu negócio?

Como se destacar com minha central de rastreamento?

Para ser um empreendedor de destaque em qualquer ramo, é preciso ter um diferencial em relação aos seus concorrentes, e essa realidade também se aplica às centrais de rastreamento. Assim como a tecnologia se tornou uma grande aliada na otimização dos serviços de uma companhia, para o segmento de rastreamento de veículos é fundamental se adaptar bem.

Incorporação e utilização de tecnologias
Com o avanço da tecnologia de monitoramento e leituras mais precisas, uma central de rastreamento pode facilmente se tornar referência em proatividade. Os dispositivos de telemetria atuais permitem uma série de leituras sobre o estado do veículo e sua dirigibilidade, e isso traz a possibilidade de ação em tempo real.

Veja como acontece!

1) Cuidado: é possível mensurar a velocidade do veículo, acelerações e frenagens bruscas, uso da embreagem, consumo de combustível etc. Com essas informações a central pode entrar em contato em tempo real com o motorista para conferir se está tudo bem, o que resulta em um serviço atencioso e rápido – um diferencial que chama atenção nos dias de hoje.

2) Estimar rota: É possível estimar uma rota mais eficiente, acompanhar o veículo em seu caminho, bem como a velocidade e as paradas. Assim é possível orientar atalhos, ou conferir a situação em casos de atraso. Outra vantagem da leitura de rotas é a segurança: caso qualquer desvio não informado for feito, a central pode entrar em contato para saber se está tudo de acordo ou se houve um imprevisto.

3) Controle de rota: Transportadoras e empresas de aluguel de veículos, por exemplo, têm a necessidade de controlar sua frota, rotas e condições de dirigibilidade. Portanto uma central de rastreamento que se destaca na prontidão de ações fazendo bom uso de suas tecnologias, será sempre um referencial de mercado.

Gestão da central de rastreamento

Por mais que os dispositivos de rastreamento trabalhem M2M (máquina para máquina), é na ação humana que se mantém o diferencial. É preciso ter um pessoal treinado para as mais diversas situações e pronto para agir com rapidez e segurança auxiliando e monitorando as frotas. Essa é uma dica de ouro! Não basta ter tecnologia à disposição, é preciso saber usá-la junto aos recursos humanos para ter bons resultados.

Outra dica é ter uma grande variedades de rastreadores, assim você pode ofertar os benefícios de distintas tecnologias, como é o caso da GPS (sistema de posicionamento global) e GPRS (Serviços Gerais de Pacote por Rádio) atraindo assim clientes com as mais variadas necessidades.

Tendo um bom relacionamento com seus clientes, um pessoal que responde prontamente às situações do cotidiano e seus desafios, e a tecnologia como aliada, sua central de rastreamento irá sem dúvida se destacar e se tornar referência no segmento.

Powered by Rock Convert

 

 

O que é chip M2M?

M2M, máquina para máquina – do inglês machine to machine, é uma nomenclatura bem ampla que pode definir e descrever várias tecnologias de rede que fazem a comunicação entre dispositivos. Essas ações de comunicação acontecem de máquina para máquina sem a necessidade de interferência ou assistência manual humana e por isso é tão usada em sistemas de rastreamento, por exemplo.

O uso do M2M também se estende ao controle de estoques em armazéns, em que uma máquina de vendas pode fazer uma leitura detalhada do estoque e com isso informar os volumes dos produtos antes que eles acabem. Esse controle é fundamental para um distribuidor. Além do estoque, dentro dessa mesma empresa, mas em outro segmento, outro uso do sistema M2M é fundamental: rastreio veicular.

A telemetria é o uso mais comum do M2M. Mesmo sendo uma tecnologia incorporada em modernos sistemas, ela é usada desde o século passado em transmissões de dados importantes e vitais. Inicialmente se restringia ao uso de linhas telefônicas e mais tarde começou a usar também ondas de rádio. Com o desenvolvimento da Internet e posteriormente tecnologias mais avançadas de comunicação sem fio, a telemetria cresceu e o M2M se tornou fundamental em várias atividades como na montagem de uma central de rastreamento veicular.

Como o M2M funciona?

O M2M funciona em conjunto com outras tecnologias como sensores, RFID (identificação de radiofrequência), Wi-Fi, ligação através da comunicação de celulares e computação autônoma – software com inteligência capaz de ajudar o dispositivo, interpretar dados e tomar decisões.

Alguns sistemas integram tecnologias telefônicas, é o caso do chip M2M, que utilizam de dados como: voz, dados, SMS; VPN IPSEC + Autenticação da infraestrutura do cliente; coberturas 3G e 2G; CSD; além de APN única/ APN de roteamento/ VPN IPSEC/ APN privada. Por essa vasta gama de integração tecnológica e autonomia, o M2M é perfeito para o rastreamento!

Chip M2M em uma central de rastreamento

O sistema funciona com dispositivos físicos ligados através da rede. Quando ligados através da Internet, se dá o nome de “Internet das coisas”, Internet of Things (IoT) – do inglês. O chip M2M, dentro do conceito IoT, permite que qualquer elemento seja rastreável/mensurável. Tal qual um animal com rastreador, uma pessoa que faz uso de um monitor cardíaco, um sensor de nível em tanques de laboratórios ou indústrias, carros de entrega de companhias de distribuição ou de aluguel de veículos.

No dia a dia, vários rastreamentos interligados por M2M a centrais de rastreamento acontecem sem que percebamos. Quando recebemos confirmação de cada uma das etapas de postagem de um produto que compramos pela Internet, por exemplo, estamos sendo avisados pelo M2M. A comunicação automatizada em uma central de rastreamento é feita por algoritmos que interpretam as informações e disparam mensagens para os clientes de acordo a programação.

Vantagens do chip M2M para rastreamento de veículos

Por ser um sistema autônomo, há uma redução do risco da falha humana. A própria máquina faz as leituras do trajeto e mantém uma comunicação de dados que podem ser conferidas a qualquer tempo. Com isso uma empresa de locação de veículos, por exemplo, poderia fazer a monitoração de sua frota de maneira eficaz e segura. Portanto, além da praticidade e versatilidade de funções, o chip M2M tem um ótimo custo-benefício considerando todas as suas vantagens.

 

A importância da telemetria para a gestão e monitoramento de frotas

A telemetria é um sistema de monitoramento que possui diversas aplicações, mas sem dúvida as mais usuais estão relacionadas ao setor automobilístico. Desde veículos de aluguéis a carros de Fórmula 1, a telemetria é utilizada para uma avaliação de rotas, rastreamento, desempenho, dirigibilidade e outros parâmetros de medição.

Com isso, um gestor pode traçar planos de rastreamento de frota maximizando, os lucros por meio de estratégias com dados mais confiáveis e com a praticidade de ter tudo na tela do computador.

Através de um computador de bordo, dados são enviados para a central de rastreamento de veículos por meio de uma rede sem fio.* Essa transmissão de informações acontece em tempo real e gera relatórios precisos que ajudam a logística dos veículos, por esse motivo é um sistema tão utilizado por transportadoras que buscam eficiência e otimização dos seus gastos e lucros.

Como a telemetria ajuda no controle e rastreamento veicular

Para maximizar os lucros e controlar os gastos sem afetar a qualidade do serviço, um gestor deve saber com precisão onde deve concentrar seus esforços. Essa estratégia, obviamente, deve ser baseada em números confiáveis e condizentes com a realidade.

Nem todos setores podem contar com essa precisão, mas graças à telemetria, os ramos automobilísticos têm acesso a informações vitais para elaboração de uma boa estratégia e controle de frota.

Trabalhando em conjunto com o sistema de rastreamento por exemplo, a telemetria permite a leitura das rotas que estão sendo feitas, do tempo gasto, e com isso a central de rastreamento veicular ou de operações pode elaborar melhores rotas para poupar tempo, combustível, e otimizar os tempos de entrega de mercadoria – se for o caso.

Funcionalidade dos rastreadores

Os dispositivos remotos (rastreadores) são capazes de fazer leituras sobre diversos aspectos do veículo aliados ao computador de bordo. Com isso é possível prever desgaste de peças com relatórios precisos e fazer manutenções preventivas. Até mesmo os hábitos do motorista podem ser analisados!

As diferenças de velocidades em pistas secas e molhadas, o tempo de acionamento da embreagem, o uso de freadas mais bruscas, o tempo de uso em que o veículo esteve parado, acelerações bruscas, uso de combustível, pressão do óleo entre vários outros relatórios. Tudo isso pode ser vinculado à identificação do motorista, e analisado independentemente ou em conjunto com o restante da frota.

Usufruindo dessas informações, o gestor é capaz de observar o desempenho de toda a frota e também os rendimentos individuais de cada veículo e motorista. Isso torna o trabalho simples, automatizado e intuitivo; além disso todas essas informações são adquiridas em tempo real no computador da central de rastreamento.

Esses relatórios dependem não só do computador de bordo, mas também do veículo – ano e modelo – pois nem todos terão suporte a uma leitura tão precisa.

Redução de custos e segurança

Uma vez que a central de rastreamento veicular possui todos esses dados em tempo real, ela pode garantir uma otimização dos serviços com rapidez. É possível observar se os padrões de dirigibilidade do motorista estão de acordo com as normas da empresa, e ainda controlá-los em tempo real.

Por exemplo, se um condutor estiver em alta velocidade, ou fizer frenagens e acelerações bruscas, a central de rastreamento será imediatamente advertida e poderá entrar em contato com o motorista e conferir se tudo está bem. Junto a isso, desvios de rotas traçadas também podem ser programados, o que garante mais segurança ao veículo e ao profissional que está dirigindo.

Com todo esse controle sobre a correta utilização da mecânica do veículo, otimização de rotas e monitoramento preciso é possível se evitar gastos desnecessários com manutenção, gasto excessivo de combustível e multas por atrasos. São vantagens surpreendentes e indispensáveis a uma boa central de rastreamento, não é mesmo?

Powered by Rock Convert