Como fazer uma gestão de custos eficiente? Confira 5 dicas

Gerenciar bem um negócio e garantir que ele tenha uma vida sustentável no mercado depende de como a alta gestão lida com os gastos. É o planejamento desse setor que permite um crescimento saudável para a empresa — e menos dor de cabeça para quem a administra.

Mas por que é tão importante garantir esse controle? Porque todas as atividades que uma organização faz envolvem custos. Já parou para pensar nisso? A mão de obra, os equipamentos, os insumos etc. Então, estar a par de como acontecem essas movimentações é essencial!

Se chegou aqui pesquisando como fazer uma gestão de custos eficiente, este artigo é para você!

No que consiste a gestão de custos?

Além de uma necessidade, a gestão de despesas é uma estratégia para manter a empresa funcionando bem. Sem ela, o desequilíbrio financeiro pode não apenas afetar o negócio, mas causar seu fechamento. Basicamente, a gestão diz respeito ao controle de todos os gastos de uma companhia, como os já citados anteriormente.

Essa contabilização vai dar mais propriedade para identificar se a organização está lucrando e se são lucros consideráveis, se os investimentos realizados têm o o retorno previsto, em que áreas é preciso economizar etc. Para explicar de forma mais didática e prática, enumeramos alguns benefícios dessa prática. Confira, a seguir.

Equilíbrio de gastos

É melhor sobrar do que faltar, certo? Nem sempre. No caso dos insumos que uma empresa precisa para produzir seu produto, não é necessário que ela tenha um custo a mais, gastando além do que deveria.

É compreensível que a correria abra margem para algo assim, eventualmente, mas a gestão de custos serve exatamente para diminuir ou eliminar essas práticas e garantir o equilíbrio do que está sendo gasto. Assim, além de economizar, é a oportunidade de promover mais conscientização e um consumo sustentável, com foco no que tem, e não no que será reposto.

Precificação certeira

Ao considerar o preço de um material, fala-se muito sobre fazer pesquisa de mercado e estudar a concorrência. De fato, isso é primordial, mas uma boa gestão de custos pode influenciar isso também. Sabe como? Entendendo que o valor final depende de variáveis, como a produção. Nela, devem ser considerados os insumos, a mão de obra etc.

A partir dessa análise, dá para ser mais certeiro ao definir o preço final. Outra vantagem é que, conhecendo todo o processo, é mais fácil chegar ao que foi planejado, ou seja, reduz a chance de surpresas — principalmente, as desagradáveis — na hora de conferir o planejamento e o realizado.

Crescimento do negócio, redução dos riscos

Uma empresa prevenida vale por duas! Com o estudo real dos custos e seu gerenciamento, a companhia vai se arriscar menos em um mercado cada vez mais competitivo. Como muitas não reconhecem a importância dessa pesquisa, essa estratégia se torna um diferencial nos resultados.

Além disso, a lucratividade tende a aumentar. Quanto mais se entende sobre o negócio e como ele deve ser administrado, maior será o seu lucro. Quando um erro acontecer, revertê-lo será mais fácil também.

Como implantar a gestão de custos em 5 passos

Agora que você entendeu como a gestão de custos pode ajudar seu negócio, que tal aprender a implementá-la? Fique de olho nas nossas dicas.

1. Defina um bom planejamento

O planejamento pode diferenciar uma empresa que deu certo de uma que foi à falência. Para alguns, é considerado perda de tempo, mas, na verdade, essa construção é essencial para qualquer negócio, independentemente do tamanho e do segmento.

Procure investir tempo e recursos nesse processo, pois ele pode definir os próximos passos do seu empreendimento — e se eles serão bem sucedidos e recebidos no mercado.

2. Implemente uma cultura de contenção de gastos

A cultura de uma empresa é muito importante. Ela carrega os seus valores e reflete o que ela deseja mostrar para o mundo. Por isso, é vital que os funcionários se identifiquem e representem essas premissas.

Com uma cultura de contenção de gastos bem implementada, que contemple ações pontuais e consistentes, é possível lembrar constantemente sobre a importância de ter senso de dono e economizar, visando não apenas à economia para a empresa, mas para o meio, de modo geral.

3. Compare os preços

Comparar os preços não é um hábito que deve ficar restrito às compras pessoais. Nos negócios, é tão importante quanto. Por isso, conheça o segmento, pesquise fornecedores, converse com colegas que trabalham no mesmo ramo e troque ideias. Assim, os dois lados se ajudam e podem sair ganhando — e economizando.

4. Padronize as aquisições

Com a experiência, percebe-se que há períodos mais quentes ou frios no mercado, que permitem uma maior flexibilidade quanto a investimento. Fique de olho nesses momentos, como uma estratégia, para ser mais certeiro e garantir melhorias para sua empresa.

Isso também vale para contratação de mão de obra, compra de insumos e tudo o mais relacionado a custos variáveis. Entende a importância do planejamento?

5. Mensure seus resultados com frequência

A mensuração é uma das partes mais importantes do processo, porque é ela que mostra se o que foi planejado e executado está funcionando como esperado. Isso não deve acontecer de forma pontual, pelo contrário, deve acompanhar cada etapa, para fazer sentido e permitir, caso necessário, interromper e recomeçar.

Se mensurar é um desafio para você, lembre-se dos indicadores. Nem sempre eles variam de acordo com o segmento, muitos são comuns a todos, respeitando apenas a área ou setor, como contabilidade e recursos humanos. Pesquise a respeito e implemente-os, caso ainda não o tenha feito. Eles fornecem informações precisas e importantes para seu negócio.

Em uma empresa de rastreamento veicular, a gestão de custos pode auxiliar a expandir seu negócio, oferecendo soluções mais práticas e inovadoras a seus clientes, e se diferenciado no mercado. É esse gerenciamento que permite realizar investimentos mais certeiros, proporcionando mais retorno e longevidade para seu empreendimento.

Gostou das nossas dicas de como fazer uma gestão de custos eficiente? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este para alavancar seus negócios. 

Descubra agora como ser um empreendedor de sucesso!

Você sabe como ser um empreendedor? Muitas pessoas sonham em abrir o próprio negócio, pensando nos benefícios que ter uma empresa e se tornar o seu próprio patrão pode trazer para a sua vida pessoal, profissional e, até mesmo, para as finanças da família.

Porém, o que nem todo mundo sabe são as competências que um empreendedor precisa ter para alcançar o tão sonhado sucesso. Afinal, empreender não é nada fácil, apesar de ser extremamente recompensador.

Um empreendedor de sucesso precisa ter visão do negócio e do mercado no qual ele está inserido. É importante também saber como tomar as melhores decisões para a empresa e entender qual a melhor forma de conduzi-la.

Quer saber como ser um empreendedor e desenvolver essas habilidades? Então, continue a leitura e descubra agora mesmo!

Como ser um empreendedor de sucesso

Saiba quem você é e quais são suas forças

O primeiro passo para ser um empreendedor de sucesso é entender quem você é e qual o seu propósito de vida, bem como quais são as suas principais forças e limitações. Ou seja, é importante que você se conheça. Isso porque o negócio depende das decisões do empreendedor.

Dessa forma, são as suas competências e habilidades que, efetivamente, podem levar a empresa ao sucesso. Portanto, comece fazendo uma lista das suas capacidades e suas forças. Entenda qual o seu diferencial enquanto empreendedor — boa visão de futuro, sabe tomar decisões com base em fatos, entende muito sobre o mercado, entre outras.

Compreenda também quais são as suas paixões, de forma a identificar quais são as oportunidades do mercado que melhor se adéquam ao que você deseja fazer pelo resto da sua vida. Por fim, identifique as suas limitações — os pontos de atenção que precisam ser desenvolvidos.

Busque oportunidades de mercado

Agora que você já se conhece, é hora de conhecer o mercado. Mesmo em momentos de crise há boas oportunidades de negócio, com altas taxas de crescimento e lucratividade. Além disso, em setores que não estão crescendo tanto, ainda é possível identificar um diferencial para a sua empresa, capaz de colocá-la no topo do mercado.

Portanto, comece agora mesmo a entender quais são as oportunidades em curto, médio e longo prazo que o mercado oferece para você. Cruze essas informações com as suas capacidades pessoais e áreas de interesse para selecionar as melhores, de acordo com o seu perfil.

Invista em capacitações

Ninguém nasce sabendo como ser um empreendedor de sucesso. Por mais que existam pessoas que já possuem uma certa tendência ao empreendedorismo, todas precisam se capacitar, aprender novas técnicas e conceitos que auxiliam na hora de abrir uma empresa. Além disso, todas as pessoas possuem a capacidade de ser um empreendedor.

Sendo assim, busque capacitações para desenvolver as habilidades que você ainda não possui. Para isso, você pode começar com o foco nas suas limitações, naquilo que você não é bom. Busque métodos que auxiliem você a desenvolver essas habilidades como, por exemplo, a gestão de negócios.

Lembre-se também de que é importante investir nas suas potencialidades. Afinal, se esse é o seu diferencial, aproveite para deixá-lo ainda mais bem desenvolvido, ampliando o sucesso do seu novo negócio.

Estude muito

Vale lembrar que não adianta realizar algumas qualificações e, depois disso, abandonar os estudos. O que pouca gente sabe é que, nos bastidores da vida de um empreendedor de sucesso, há muitas horas dedicadas ao estudo e aprimoramento das suas habilidades.

Isso porque surgem novas tendências no mercado a todo momento. Ou seja, um empreendedor precisa ficar atento a elas para adaptar a sua empresa e encontrar as melhores oportunidades de crescimento. Portanto, sempre separe um tempo do seu dia para aprender algo novo e adquirir conhecimento, mantendo-se sempre atualizado.

Seja dedicado ao seu negócio

Ter um negócio exige dedicação. Você precisa estar atento 24 horas por dia, entender muito bem quais são os seus indicadores, como andam as contas do seu negócio e a opinião do cliente, em relação ao serviço prestado.

Logo, para quem acha que abrir uma empresa é sinônimo de menos tempo trabalhando, abandone esse conceito. Ser um empreendedor exige esforço e dedicação, e isso pode significar que você tenha que abrir mão de algumas horas de lazer, principalmente nos momentos iniciais.

Mas não desanime! Quando você atingir o sucesso, perceberá que todo o esforço valeu a pena, possibilitando que você alcance os seus sonhos pessoais e profissionais.

Seja um bom líder

Um empreendedor não faz todas as tarefas da empresa sozinho, não é mesmo? É necessário contar com um time de colaboradores capacitados e motivados para realizar as atividades do dia a dia.

Sendo assim, uma habilidade muito importante para que você tenha sucesso é a liderança. É essencial que você seja capaz de conduzir a sua equipe no intuito de gerar melhores resultados, de forma a garantir que os colaboradores estarão engajados nas suas atividades. Afinal, são eles que, efetivamente, conduzem a empresa ao sucesso.

Corra riscos e confie si mesmo

Por fim, vale lembrar que um para ser um empreendedor de sucesso é interessante ser corajoso. Não hesite diante de uma boa oportunidade, após avaliá-la com cuidado, ou de uma ideia inovadora. Afinal, muitas das melhores ideias e descobertas vieram das tentativas de pessoas dispostas a correr riscos.

Portanto, confie no seu potencial. Saiba que você é capaz de conduzir uma empresa e realizar o seu sonho de ser empreendedor. Identifique uma oportunidade e corra atrás dos seus objetivos, sem se prender demais no que pode dar errado. Afinal, com uma boa preparação e dedicação, é bastante provável que o seu negócio saia do papel e siga rumo ao sucesso.

Para se tornar um empreendedor de sucesso e concretizar esse objetivo é importante que você saiba quais estratégias adotar. Com essas dicas você está pronto para dar o primeiro passo a caminho dessa oportunidade, ganhando independência financeira e subindo mais um degrau da sua jornada pessoal e profissional.

Gostou do artigo sobre como ser um empreendedor e quer mais dicas de empreendedorismo? Então siga a nossa página no Facebook e fique sempre ligado nas nossas novidades!

Veja 9 estratégias de vendas para comercializar rastreamento veicular!

A segurança é uma das maiores preocupações de quem vive em grandes cidades. Para combater o problema, cada vez mais, pessoas e empresas têm investido em sistemas de monitoramento. Seja para veículos, casa ou corporações, a tecnologia é muito útil. No entanto, além da busca orgânica, é preciso oferecer um serviço de qualidade a apresentá-lo com uma boa estratégia de vendas.

Nesse texto, você vai descobrir como atrair e cativar clientes para a aquisição de rastreamento veicular, com profissionalismo e criatividade. Confira as dicas a seguir!

1. Atendimento personalizado

Independentemente de o cliente ser pessoa física ou jurídica, ele contrata o serviço de rastreamento, de acordo com as suas necessidades. Logo, cada atendimento merece tempo e a atenção, para que ambas as partes conheçam todas as vantagens e benefícios no fechamento do negócio.

Reserve um momento para o atendimento: conforto e comes e bebes são bem-vindos. Analise as demandas e exigências, e apresente todos os seus serviços. Alguns clientes preferem contratar o rastreamento veicular que também atende a outras necessidades, como venda de seguros e serviços mecânicos emergenciais.

Vale a pena investir em funções adicionais, como:

  • reter o combustível e a eletricidade do veículo, em caso de roubo ou furto;
  • tempo de parada do veículo em determinados pontos;
  • histórico de localização;
  • controle de velocidade.

Esteja aberto à montagem de planos personalizados e conquiste, de vez, seus potenciais clientes.

2. Tecnologia de ponta

O rastreamento veicular depende diretamente do sistema utilizado. Ele é a base do seu negócio e merece atenção prioritária. Lembre-se de que, diante da menor falha, o cliente ficará insatisfeito e buscará a concorrência. Portanto, invista em tecnologia de ponta e em um controle de qualidade constante.

O sistema precisa funcionar 24 horas, além de ser estável e compatível com dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Em casos de necessidade, você deve encontrar o veículo no menor intervalo de tempo possível. Basta imaginar a possibilidade de um sequestro e você terá como definir características, como velocidade e precisão.

3. Diversidade de canais de atendimento

Quais plataformas você oferece para o seu cliente? Há opções online e presencial? É possível realizar um agendamento? Todas essas respostas são importantes, porque a rotina agitada da maioria das pessoas pede uma diversidade e flexibilidade no atendimento.

Site, blog, redes sociais, telefone e aplicativos são alguns exemplos de canais utilizados, tanto para divulgar a marca quanto para manter uma relação mais próxima com os consumidores. Esses espaços, normalmente, são voltados para atendimentos e dúvidas, mas também podem criar oportunidades de vendas.

4. Facilidade de pagamento

Com a rotina agitada, é importante diversificar e facilitar o pagamento para o seu cliente. Dessa forma, ele ganha mais comodidade, além de evitar a inadimplência e o cancelamento do serviço. Seja flexível, mas tenha todas as decisões registradas no contrato.

Vale a pena oferecer diferentes canais para o pagamento: boletos, cartões de créditos ou débito e até presencial. Para monitorar as transações, invista em um software moderno de gerenciamento financeiro.

5. Equipe de suporte eficaz

As situações em que o consumidor solicita suporte ao sistema de rastreamento costumam ser desagradáveis. Por isso, tenha uma equipe preparada para conduzir o atendimento, de forma educada, respeitosa e empática. Os funcionários devem solucionar todas as dúvidas e problemas apresentados.

A central de atendimento deve estar disponível 24 horas por dias, sete dias por semana. O sistema precisa ser rápido e gratuito, por meio do serviço 0800 e que aceite ligações de celular. Esse amparo faz toda a diferença no atendimento e deixa o cliente satisfeito.

6. Investimento em marketing

Não adianta somente estruturar um serviço de qualidade — ele precisa ser conhecido. Para isso, é preciso realizar uma pesquisa de mercado e investir em marketing. A divulgação gera credibilidade e pode consolidar a sua marca como referência na área de segurança. Aos poucos, você verá o crescimento sustentável das vendas.

Uma boa escolha de investimento é o marketing de conteúdo digital. Ele cria e estuda a sua persona, bem como produz conteúdos úteis e relevantes para seus potenciais clientes. Também atrai visitas para o site e redes sociais, além de proporcionar a busca orgânica pelo seu serviço.

7. Ampla cobertura

Os deslocamentos estão cada vez maiores e, por isso, é importante oferecer a maior área de cobertura possível — de preferência, em nível nacional. No caso de empresas, essa é uma necessidade básica. Mas, não ignore os clientes que optam pelo serviço compacto: algumas pessoas preferem menor cobertura e preço mais acessível. Por isso, ofereça do básico ao complexo e presenteie o cliente com a flexibilidade.

8. Equipe de vendas qualificada

Os vendedores são o cartão-postal da sua empresa: eles recebem o cliente, apresentam a marca e fecham o negócio. É muito importante que eles entendam quais são as necessidades da empresa, tenham uma boa comunicação e persuasão, além de refletir a missão, visão e valores da marca.

Portanto, além de realizar uma seleção criteriosa para montar o time, invista em qualificação periódica. Dessa forma, eles se sentirão mais preparados e motivados a prestar um atendimento personalizado. Essas características proporcionam uma experiência única, capaz de cativar clientes e repercutir positivamente no mercado.

9. Monitoramento da concorrência

Antes mesmo do negócio sair do papel, é necessário identificar as organizações que atuam no mercado há mais tempo. Pesquise, desde os serviços semelhantes até os iguais aos seus. Veja quais são os valores praticados, os fornecedores escolhidos e os métodos de divulgação. Experimente o atendimento e observe a percepção dos clientes quanto à qualidade do serviço.

Diante desses dados levantados, será possível identificar alguns elos fracos que podem gerar uma oportunidade de negócio ou, até, uma demanda específica que ainda não foi suprida. Ou seja, encontre um modelo viável e veja como as vendas acontecerão naturalmente.

Como você viu, estabelecer uma estratégia de vendas é uma excelente saída para trazer melhores resultados para a sua empresa. Com a vantagem da estabilidade na busca por serviços de rastreamento — mesmo em momentos de crise —, basta investir em uma solução segura e vendê-la, de forma criativa, para que o seu negócio ganhe visibilidade e constante crescimento. Então, mãos à obra e boas vendas!

Gostou do artigo? Então curta a nossa fanpage e tenha acesso aos nossos conteúdos direto do seu feed de notícias!

Como vender nas redes sociais: 5 dicas para você colocar em prática!

Como vender nas redes sociais? Esse é um questionamento cada vez maior entre aqueles que veem no comércio eletrônico uma excelente oportunidade de aumentar os seus ganhos. Não é para menos: as pessoas estão mais conectadas, e as compras realizadas online têm mostrado todo o seu vigor.

Além disso, a pandemia de COVID-19 intensificou ainda mais esse tipo de comportamento. Para ter bons resultados, no entanto, não basta fazer bons anúncios ou, simplesmente, criar um perfil nas redes sociais. É preciso estudar e investir em estratégias relevantes.

Construir um relacionamento com o seu público é essencial para consolidar as comercializações e fidelizar os consumidores. Foi exatamente pensando nisso que separamos 5 dicas importantes para você extrair o melhor do ambiente virtual. Continue a leitura!

1. Elabore conteúdos de qualidade

O processo de criar o perfil nas redes sociais é apenas um pequeno passo diante de tudo aquilo que está por vir. Feito isso, você precisa pensar no conteúdo que vai oferecer aos usuários. É isso que vai atrai-los ao seu negócio, além de chamar mais pessoas para aquilo que está sendo postado pela sua marca.

Outro aspecto importante é a necessidade de focar o seu público-alvo. Entenda quais são as necessidades dele, as principais dúvidas e os tipos de informações que procuram com mais frequência. No caso do mercado de rastreamento de veículos, por exemplo, há uma série de assuntos que podem ser abordados e que chamam bastante a atenção.

Nesse cenário, você pode mostrar aos leitores quais são as principais vantagens que eles terão ao contratar esse tipo de serviço, dar dicas de como utilizá-lo da melhor maneira possível, entre outras abordagens semelhantes a essas. O importante é não perder de vista que a qualidade das postagens deve ser sempre um pré-requisito, o que gerará um real engajamento.

2. Responda às dúvidas e aos comentários com agilidade

Um dos grandes atrativos da Internet está ligado ao fato de que as pessoas não precisam mais receber um conteúdo passivamente, como ocorre com o rádio ou a TV, por exemplo. As redes sociais oferecem interatividade e a possibilidade de o público expressar sua satisfação, críticas e fazer perguntas aos autores do perfil/anúncio.

No entanto, não é só isso: os indivíduos querem um retorno daquilo que eles estão dizendo. Por essa razão, é importante estar bem atento para respondê-los assim que possível, com agilidade, coerência, educação e respeito. O universo online exige rapidez, e esperar 24 horas para dar um retorno pode representar um grande atraso aos olhos do outro.

3. Utilize hashtags relevantes para o segmento

O que as mais diferentes postagens de marcas de diversos segmentos costumam ter em comum? O uso das hashtags. Elas são de suma importância para atrair o público certo para você.

Esse tipo de ação funciona da seguinte forma: usuários das redes sociais que querem saber mais sobre um assunto digitam a palavra-chave relacionada a ele, associada à hashtag. Assim, encontram o que foi postado acerca do tema.

No caso daqueles que procuram se informar sobre o serviço de rastreamento veicular, por exemplo, poderão digitar algo como #rastreamentoveicular, #rastreamento, #dúvidasrastreamento, entre outras. Por isso, é importante que você acrescente hashtags no fim de cada postagem, para que elas possam ser encontrada por quem vai se interessar pelo assunto.

Lembre-se de colocar sempre mais de uma opção, pois cada pessoa pode fazer uma busca de um jeito diferente. Invista, também, em algumas que têm a ver com algo mais amplo do que está escrito, mas que faça parte do universo da sua empresa.

Utilizar algo como #euamocarros, por exemplo, pode atrair amantes de veículos que não procuram saber especificamente sobre serviços de rastreamento, mas que podem se interessar por eles a partir do seu conteúdo.

4. Invista em anúncios

Outra forma de atrair potenciais clientes para o seu negócio é o investimento em anúncios. Aliás, essa costuma ser uma das primeiras ideias quando se pensa em como vender nas redes sociais. No entanto, nem sempre é executada da melhor maneira.

As redes sociais oferecem essa possibilidade, muitas vezes, a um preço bastante acessível. Por isso, esteja aberto à ideia de investir financeiramente na promoção de conteúdo, tendo em mente que os retornos podem chegar rapidamente.

É importante lembrar que não basta impulsionar uma postagem ou criar um anúncio qualquer. Não quer dizer que o fato de você conseguir chegar a um maior número de pessoas fará com que isso se converta em vendas.

É indispensável pensar na qualidade do que se está fazendo, ser criativo e bolar estratégias que realmente alcancem o público.

5. Use linguagem apropriada

Muitas pessoas pesquisam bastante sobre como vender nas redes sociais, investem em divulgação do seu negócio e promovem uma série de ações nesse sentido, mas tropeçam em algo: na comunicação ineficiente.

É provável que você já tenha se deparado com vários casos de empresas que não souberam lidar com os internautas na forma de se expressar e que viveram uma série de conflitos por causa disso. Muitas chegaram, até mesmo, a ser “canceladas”, por não utilizarem uma linguagem apropriada para falar com as pessoas.

Fique alerta para não cometer esse tipo de erro. A Internet traz consigo uma linguagem menos formal, mais próxima dos indivíduos. No entanto, não perca de vista a ideia de que você deve manter o profissionalismo em toda e qualquer ocasião. Não use palavras ou expressões depreciativas, não faça brincadeiras ou piadas de gosto duvidoso e não abuse da coloquialidade.

Mantenha o relacionamento com o usuário das redes sociais marcado por uma interação saudável, pautada pela compreensão e pelo desejo sincero de uma troca sensata de experiências e informações.

Agora que já sabe como vender nas redes sociais, não deixe de estudá-las cada vez mais para entender toda a dinâmica que as envolve. Além disso, novidades costumam surgir constantemente nesse universo. É necessário que você esteja atualizado a elas para se dar bem nesse ambiente.

Gostou deste artigo? Então, também vai apreciar mais um conteúdo nosso, que tem tudo a ver com o que tratamos aqui. Descubra como atrair clientes por meio do marketing digital.

Gestão de chip de dados: como utilizar para ter a melhor conectividade com a Getrak?

A conexão que a internet trouxe consigo expandiu todas as fronteiras da comunicação. Com isso, ela mostrou seu valor e também sua necessidade, evidenciando o poder da tecnologia. Mesmo apresentando falhas eventualmente, as possibilidades quanto a transmissão e armazenamento de dados se multiplicaram.

Com esse novo cenário, surge o desafio de lidar com as informações e gerenciar a utilização dos dados, otimizando o uso dos dispositivos responsáveis pela conexão, isto é, os chips. A Getrak oferece a plataforma gratuita Saitro, uma ótima alternativa para ter a melhor conectividade com a sua central de monitoramento. Quer saber como funciona? Confira, a seguir!

O que são os chips M2M?

Antes de explicar sobre os benefícios da Saitro, é fundamental que se compreenda como os chips M2M funcionam. A sigla vem do inglês e significa machine to machine, ou seja, máquina a máquina.

Sua proposta é promover comunicação entre diversos dispositivos. Na prática, os chips são inseridos em máquinas para possibilitar o contato entre elas ou por meio da internet. No caso da central de rastreamento, os rastreadores são as máquinas nas quais os chips são colocados para viabilizar a comunicação.

Quais são os seus diferenciais?

O principal benefício do chip M2M é o custo, que é mais acessível para utilizar a internet. Geralmente, esse valor varia de acordo com a operadora e o fornecedor, funcionando de forma similar a um plano de celular pós-pago.

Além disso, eles são ou não habilitados para receber mensagens sms. Em uma central de rastreamento, esses dispositivos são fundamentais para a telemetria, sistema que está associado à dirigibilidade do veículo e é essencial para a gestão de frotas.

É a conexão proporcionada por esses chips que diminui a incidência de falhas humanas e acidentes, ao disponibilizar as leituras e o rastreamento da rota em tempo real, atualizando de acordo com o percurso. Essa vantagem garante mais segurança, eficiência e praticidade ao trabalho das empresas de rastreamento veicular, como a Getrak.

Como gerenciar o uso dos dados?

Para garantir que as informações sejam transmitidas em tempo real, a funcionalidade, ou seja, a conexão entre os chips, não pode falhar. Por essa razão, eles precisam ser monitorados continuamente. A Getrak disponibiliza a plataforma Saitro, que possibilita ao usuário verificar, de forma gratuita:

  • conectividade de linhas;
  • consumo de dados;
  • consumo de mensagens telefônicas (SMS);
  • IMEI do equipamento no qual a linha está conectada;
  • reset de sinal;
  • acompanhamento das faturas relacionadas ao uso do chip;
  • possibilidade de cancelar linhas.

As vantagens acima indicam a relevante autonomia que o usuário ganha a partir do uso da plataforma. Ela assegura economia de tempo, recursos financeiros e o principal: a segurança de que sua central está funcionando da maneira necessária e atendendo aos seus clientes com qualidade.

Além disso, é possível mapear os equipamentos e controlá-los de forma remota. Isso significa que essa tarefa pode ser realizada em qualquer lugar. Não está no escritório? Sem problemas. A Saitro garante todas as informações de que o usuário precisa, a distância.

Outro diferencial a respeito da Saitro é a variedade de recursos disponíveis para aumentar o índice de recuperação a partir do serviço LBS (Location Based Services ou serviços baseados na localização dos serviços, em tradução literal).

Como o próprio nome já explica, essa tecnologia permite obter informações para localizar um bem móvel (que pode ser um veículo, no caso). Em um exemplo prático, ela é muito comum para rastrear chamadas de emergência.

Como a Saitro funciona?

Na página inicial, a plataforma disponibiliza dados, como: consumo de dados diário por operadora, consumo excedente, chips por conexão, consumo excedente e por produto. Logo, torna-se fácil para o usuário identificar uma eventual falha e comunicar ao suporte que, prontamente, vai oferecer a ajuda e reparação necessária para normalizar o funcionamento.

Na opção Sim Cards, disponível no menu que fica do lado esquerdo da tela, o usuário pode verificar chip a chip, utilizando os filtros de acordo com a sua dúvida ou necessidade. Na opção Ações, pode checar o histórico de conexão da linha, resetá-la, atualizar seu status, ver sua localização, entre outras funcionalidades.

Caso deseje salvar os dados verificados, ainda dá para criar uma planilha com eles. Quer saber onde estão os veículos da sua base? Indo na opção Geo Dashboard¸ a Saitro mostra um mapa de calor, em tempo real, que evidencia todos eles.

Para acompanhar como está seu investimento na plataforma, é só ir na opção Fatura, para entender o histórico de gastos, com os pagamentos anteriores, de forma detalhada, incluindo informações como: mês de referência, valor total, valor do consumo de dados, excedente e muito mais. Também dá para destrinchar esse consumo, de acordo com cada chip e linha utilizada.

A comunicação M2M é muito promissora. Por usar equipamentos simples de forma estratégica e inovadora, os profissionais envolvidos com essa tecnologia já a utilizam em serviços públicos, controle de tráfego, cadeia de suprimentos, varejo e até na produção de alimentos. O rastreamento veicular é apenas mais um segmento que faz uso dessa ferramenta, e é um dos que mais se beneficia com suas vantagens.

Mas não basta expor seus avanços: sem um controle e um gerenciamento adequado, os dados não são suficientemente eficientes. Por essa razão, tão importante quanto investir na tecnologia dos chips, o usuário deve pensar em como fazer sua gestão e monitorar seu funcionamento.

De preferência, de forma remota, ou seja, em qualquer lugar, com um ótimo custo-benefício e com funcionalidades estratégicas, como a Saitro, oferecida pela Getrak. Se essas são as vantagens que você busca para sua central de rastreamento, a fim de oferecer o melhor serviço a custo justo a seu cliente, a Getrak é a melhor alternativa do mercado.

Então, já sabe: para ter a melhor conectividade, fale conosco! Entre em contato e conheça melhor nosso serviço de gestão de dados.

Rastreador ou seguro: qual escolher? Descubra aqui!

A aquisição de um veículo envolve um orçamento que pode ser bastante significativo para uma empresa. Por isso, é importante que esse patrimônio esteja sempre bem cuidado e protegido, para evitar problemas mecânicos ou prejuízos decorrentes de roubos, por exemplo.

O rastreador de veículos e o seguro são duas alternativas distintas, mas com objetivos parecidos. Neste post, você vai entender melhor como funciona cada uma delas, quais são as suas vantagens e o que levar em conta na hora de escolher entre rastreador ou seguro. Vamos lá?

O que é um rastreador?

O rastreador é um dispositivo de geolocalização que pode ser instalado em qualquer tipo de veículo — carros, motos, caminhões, ônibus etc. A principal função desse equipamento é indicar a localização e a trajetória do veículo no qual está instalado.

Para isso, ele usa sinais emitidos por antenas para estabelecer o ponto exato do veículo. A maioria dos sistemas usa a tecnologia GPS, mas alguns modelos também utilizam transmissores celulares ou de rádio. Os mais avançados vão além da geolocalização e fornecem também outros dados, como a velocidade do veículo, a sua movimentação e outros parâmetros, como a quantidade de combustível disponível no tanque, por exemplo. 

O que é um seguro?

O seguro veicular é um contrato firmado entre o proprietário e uma seguradora. Para que seja válido, o contratante deve pagar uma taxa estipulada pela contratada. Esse ato garante que o dono do veículo terá cobertura para possíveis prejuízos em relação ao objeto. Esses prejuízos podem ser: acidentes, danos pessoais ou a terceiros, e até roubo.

A taxa a ser paga varia em cada caso. Para definir o valor, as seguradoras analisam informações pessoais do contratante e estatísticas, como índice de roubo do modelo segurado e da região por onde ele deve circular. Com o contrato válido, o proprietário pode entrar em contato com a seguradora sempre que precisar de suporte ou em casos de emergência.

A depender da situação, será necessário pagar o valor da franquia, estipulado no documento. Geralmente, esse contrato tem validade anual, podendo ser ou não renovado. 

Quais são as diferenças entre rastreador e seguro?

A principal diferença entre rastreador e seguro é que o primeiro é um objeto que você adquire, instala no seu veículo e monitora por meio de um sistema, enquanto o seguro não é um bem físico, mas sim um acordo entre duas partes. Em resumo, o rastreador é um produto com um serviço de suporte agregado e o seguro, um serviço financeiro.

As empresas que trabalham com rastreamento oferecem suporte ao proprietário do veículo em caso de roubo. Se isso acontecer, é possível localizar o carro roubado por meio do sistema. O seguro, por sua vez, não oferece o serviço de geolocalização, mas, caso o veículo não seja encontrado, o dono receberá um pagamento referente ao seu valor de mercado, conforme estipulado no contrato.

Quais são as vantagens do rastreador e do seguro?

As duas alternativas para proteção do veículo possuem vantagens e desvantagens. Se você está em dúvida entre rastreador ou seguro, confira, a seguir, os benefícios oferecidos por cada um deles. Isso pode ajudar a tomar uma decisão!

Vantagens do rastreador

Saiba agora quais são as principais vantagens de instalar um rastreador no seu veículo ou na sua frota.

Maiores chances de recuperação

Se o seu veículo for roubado, o sistema de rastreamento aumenta muito as chances de que ele seja encontrado. O índice de recuperação é muito maior em veículos rastreados do que naqueles que possuem apenas seguro, ou que não contam com nenhum tipo de proteção. 

Não há análise de perfil

Como você já sabe, o valor de um seguro é estipulado de acordo com o perfil do proprietário e do local onde ele mora. O objetivo dessa análise é medir o quanto o indivíduo está sujeito a sinistros. Com o rastreador isso não ocorre. O valor é definido de acordo com o carro, ou seja, independe do perfil do motorista ou do proprietário do bem.

Acompanhamento em tempo real

Os sistemas de rastreamento permitem que o dono faça o monitoramento do seu veículo em tempo real. Assim, é possível saber onde ele se encontra, a qualquer momento, por meio de um aplicativo de celular — sem precisar entrar em contato com a empresa que fornece o serviço.

Baixo investimento

O valor do rastreador é acessível e relativamente baixo em relação aos outros custos para manter um veículo, como combustível e manutenção. 

Vantagens do seguro

Assim como o rastreador, o seguro veicular também oferece vantagens para quem o contrata. Confira!

Assistência 24 h

Hoje em dia, além do suporte em situações de prejuízos financeiros ou roubos, a maioria dos seguros oferece assistência 24 h para casos de emergência. Eles podem ser referentes a panes, pneus furados, problemas com a bateria e até a falta de combustível.

Suporte para terceiros

O suporte para terceiros, também conhecido como responsabilidade social, é utilizado quando o motorista causa danos pessoais ou materiais a outras pessoas. Ou seja, se você for o responsável por um acidente, o seguro arcará com as despesas do conserto do outro veículo envolvido no sinistro.

Demais serviços

Além dos serviços referentes ao veículo, muitas seguradoras também oferecem serviços de emergência para a sua residência, como eletricista e encanador. 

Como escolher entre rastreador ou seguro?

A escolha entre rastreador ou seguro pode parecer difícil, mas a análise de alguns pontos pode tornar a tarefa um pouco mais fácil. Antes de decidir, considere o uso que você faz do veículo, o risco que ele corre de sofrer um acidente ou ser roubado, as estatísticas na sua região e o custo-benefício.

E, se você não conseguir escolher entre rastreador ou seguro, saiba que não precisa tomar uma decisão. A melhor opção é sempre optar pela união dos dois. Ter um seguro não exclui a possibilidade e nem o benefício de contar com o rastreador. Nesse caso, inclusive, o valor do seguro pode diminuir significativamente. Afinal, a seguradora entende que um carro rastreado tem poucas chances de não ser encontrado depois de um roubo.

Se este conteúdo foi útil e você quer saber mais sobre como proteger o seu veículo ou a sua frota, curta a nossa página no Facebook! Lá, você fica por dentro de todos os nossos posts e acompanha todas as novidades!

Conheça a história da Getrak e quais as principais soluções que ela oferece!

Você conhece a Getrak e alguns dos seus serviços, mas nunca soube a história completa da empresa, como ela começou e seu propósito. É por isso que você precisa ler este artigo, agora mesmo, e descobrir um pouco mais sobre essa empresa que pode ser uma grande parceira do sucesso da sua empresa.

A Getrak é uma empresa ligada ao setor de rastreamento veicular que possui soluções, tanto para quem já atua no setor quanto para quem deseja empreender e abrir o seu próprio negócio.

Entender um pouco da história da Getrak e as principais soluções que ela oferece pode ser o primeiro passo para o início dessa parceria. Portanto, continue a leitura e descubra mais sobre a nossa empresa!

Quando surgiu e como a Getrak começou a atuar?

A Getrak foi criada em 2004, pelo empreendedor Frederico Menegatti. Ele criou a empresa por acreditar que a tecnologia de conectar veículos teria um forte crescimento nos anos seguintes, e isso abria uma porta para um modelo de negócios SaaS em Cloud, em uma época na qual os servidores eram, na sua maioria, locais. Nesse momento, ele percebeu que a plataforma web possibilitaria a criação de centrais de rastreamento com baixo investimento.

A aposta de Frederico estava certa, e a Getrak começou a atuar no setor para ser tornar, hoje, referência internacional em tecnologia e infraestrutura para empresas de rastreamento. Ela é responsável pela maior base de veículos rastreados da América Latina, sendo uma das maiores em Big Data desse segmento, em todo o mundo.

O que a Getrak faz?

A Getrak oferece soluções tecnológicas para o mercado de rastreamento veicular. Ela é a responsável pelo desenvolvimento de um software de rastreamento completo, capaz de agregar valor ao seu negócio.

Esse sistema inclui, tanto uma plataforma web — na qual é possível adicionar todos os veículos que você rastreia e centralizar o serviço prestado aos seus clientes, quanto aplicativos de rastreamento — que podem ser repassados aos consumidores. Além disso, a Getrak ainda possui outros serviços que podem agregar valor ao seu negócio, como chips de comunicação e rastreadores de primeira linha.

Quais são as principais soluções oferecidas pela Getrak?

Como você pode perceber, a Getrak oferece suporte completo, para que você monte a sua central de rastreamento. dentro do que há de mais novo em tecnologia no setor. Isso porque ela é capaz de oferecer uma série de soluções para o seu negócio.

Em primeiro lugar, o software conta com uma plataforma de gestão proativa de risco. Ele ainda aplica uma inteligência artificial exclusiva para a recuperação de veículos roubados e furtados, capaz de processar, em tempo real, mais de 160 mil informações de rastreadores por minuto. As ocorrências geram alertas para os operadores das centrais que podem agir mais assertivamente, além de ficarem salvas no sistema e poderem ser acessadas em qualquer momento. 

Segundo Silvino Moreira, Analista de Marketing da Getrak, na plataforma, você também conta com telemetria avançada além de um sistema completo de rastreamento e monitoramento em campo.

Outra solução oferecida pela Getrak é o Gconnect. Ele é um aplicativo por meio do qual o cliente final da sua central de rastreamento é capaz de acompanhar os trajetos do veículo rastreado e gerenciar alertas de cerca e ignição além do bloqueio remoto do veículo.

Por fim, vale lembrar que o software da Getrak ainda é capaz de emitir uma série de relatórios de:

  • deslocamento e paradas;
  • velocidade;
  • telemetria;
  • acessos;
  • falhas de comunicação.

Quais são os benefícios de contar com a Getrak como sua parceira?

A missão da Getrak é criar soluções para um mundo mais seguro, traduzindo dados em informações confiáveis e assegurando conexões inteligentes. É por isso que ela é capaz de trazer uma série de benefícios para o seu negócio de rastreamento. Conheça-os, a seguir.

Possibilidade de personalização do sistema

Todo o software da Getrak pode ser personalizado, de acordo com as necessidades da sua central e dos seus clientes. Vale lembrar também que a empresa permite que você adicione a sua marca no software, mantendo a marca da sua empresa nos serviços oferecidos para os seus clientes.

Grande número de operações ativas

Segundo Silvino Moreira, Analista de Marketing da Getrak, um dos grandes diferenciais da empresa é a quantidade de clientes que ela possui. Atualmente, são mais de 1000 operações ativas, com mais de 700 mil veículos rastreados em sua base e 200 mil chips gerenciados por telemetria.

O objetivo é que a Getrak continue crescendo e a sua central de rastreamento deve acompanhar esse crescimento. Ainda para 2020, a expectativa é chegar a 850 mil carros conectados e um faturamento de, aproximadamente, R$ 55 milhões.

Foco no cliente

Toda a cultura da Getrak, na atualidade, está voltada para o cliente, ou seja, para você, que quer abrir uma central de rastreamento. Dessa forma, todos os serviços e soluções oferecidas têm como objetivo melhorar a qualidade do serviço que você oferece para os seus clientes finais e a gestão da sua central, auxiliando na solução dos principais problemas que você enfrenta, diariamente.

Soluções completas

A Getrak investe em uma tríade de soluções composta por equipamento, software e conectividade. Dessa forma, ela oferece uma solução completa para a central de rastreamento, garantindo mais segurança, assertividade e economia.

O que dizem os clientes que já contam com a Getrak?

A Getrak já conta com uma grande quantidade de clientes satisfeitos. Se você ainda tem dúvidas sobre essa parceria, descubra um pouco dos relatos dessas pessoas e as dicas que elas oferecem para quem está entrando no mercado de rastreamento agora.

O José Luís, da JRA, afirma que:

“Para estar entre as melhores empresas de rastreamento de veículos, é fundamental observar três aspectos: qualidade, pós-venda e respeito ao cliente. A qualidade do serviço oferecido está relacionada ao equipamento e ao sistema utilizado (incluindo o software). Portanto, o primeiro passo é buscar, no mercado, uma empresa diferenciada e encontrar bons parceiros e fornecedores!”

Já o Guilherme Corrado, da SmithSeg, conta que parte do sucesso da sua empresa se deve à boa imagem que a Getrak conquistou no mercado de rastreamento veicular. Segundo ele:

“A parceria cresceu muito. Hoje, a Getrak é uma das empresas mais bem-vistas no cenário de rastreamento no território nacional e, uma vez que tenha essa bandeira para apresentar, dá mais credibilidade para o cliente final e, automaticamente, gera mais possibilidades de negócio.”

Com esse artigo, você foi capaz de conhecer um pouco mais da história da Getrak, além dos serviços e soluções que ela oferece na hora de montar uma central de rastreamento veicular. No mais, você também percebeu que a empresa possui ótima reputação no mercado, e isso se deve, em grande parte, à qualidade dos serviços e produtos oferecidos.

Portanto, se você quer entrar nessa onda de crescimento com a gente, aproveite para falar com a Getrak, agora mesmo, e descubra a melhor solução para você!

Link da entrevista: https://tech.rockcontent.com/interview/b75aa0a9-e635-4f87-9915-ed34b37265d7

Tecnologia no dia a dia: como isso pode gerar oportunidade de investimento?

A tecnologia faz parte da realidade de um grande número de pessoas. Enquanto você lê este texto, está usando um aparelho eletrônico. Já parou para pensar em quantos aparelhos você utiliza na sua rotina, e quanto tempo você passa fazendo o uso desses objetos?

Os avanços tecnológicos tornam a vida mais fácil. Desde a comunicação até a forma de negócios, tudo vem se adaptando à evolução dos aparelhos e sistemas. E essas mudanças não são observadas apenas nas suas atividades pessoais. As empresas também têm muito o que aproveitar e podem encontrar, nesse cenário, grandes oportunidades de crescimento.

Neste artigo, nós vamos falar sobre a importância da tecnologia no cotidiano e mostrar algumas oportunidades que ela traz para quem gostaria de empreender. Ficou curioso? Então, continue lendo!

Qual a importância da tecnologia no dia a dia?

A tecnologia é sempre orientada para facilitar a vida das pessoas. Um grande exemplo disso é a comunicação. A necessidade das pessoas de se comunicarem, de forma mais rápida, fez surgir o telefone celular. Depois, eles ficaram menores e ganharam outras funcionalidades, como câmeras, sistemas de localização e acesso à internet.

Hoje em dia, esse aparelho se tornou essencial na vida das pessoas. Quantas pessoas você conhece que não têm celular?

Além da facilidade na comunicação, o uso da tecnologia traz benefícios para diversas atividades. Os aplicativos desenvolvidos para aparelhos eletrônicos permitem melhor gestão do tempo, organização de tarefas, armazenamento de dados e até receber as compras do mês em casa, sem precisar ir até o mercado.

Outra vantagem trazida pela tecnologia é a captação, o armazenamento e a análise de dados. O volume de informações geradas pelos meios tecnológicos pode ser explorado para gerar conhecimento e trazer insights importantes para empresas e administração pública, por exemplo. Assim, fica mais fácil tomar decisões acertadas e que beneficiem mais pessoas.

Como a tecnologia traz oportunidades para quem quer empreender?

Agora que você já sabe a importância da tecnologia no dia a dia, deve estar imaginando quantas oportunidades de negócio ela pode trazer, não é mesmo? São muitas. A seguir, mostramos algumas opções!

Criação de soluções tecnológicas

Quem trabalha com marketing ou vendas, rapidamente entende que os consumidores buscam produtos ou serviços para resolver problemas. Quem sente frio, precisa comprar um casaco, enquanto, quem sente calor, provavelmente, vai em busca de um ar-condicionado ou ventilador.

Seguindo esse pensamento, de forma mais abrangente, podemos pensar em diversas situações que geram a necessidade do consumo de uma solução. Então, por que não oferecer a tecnologia? Hoje em dia, existem produtos tecnológicos que solucionam diversos tipos de problemas — desde a necessidade de consumir cultura e lazer, por exemplo, até questões de gestão e logística em multinacionais.

Criar novas soluções tecnológicas ou melhorar as que já existem no mercado pode ser uma excelente oportunidade de se destacar no mercado.

Utilização da tecnologia nas vendas

Mesmo quem não trabalha diretamente com produtos ou serviços tecnológicos pode aproveitar a tecnologia no dia a dia. Ela pode ser usada, por exemplo, na divulgação. O marketing digital permite que o empreendedor se conecte com clientes, crie uma relação com eles e invista na melhoria da experiência do público.

A tecnologia também possibilita o comércio virtual e, assim, amplia o alcance de empresas que antes vendiam apenas para quem morava na mesma cidade. Nas lojas físicas, ela contribui para a agilidade por meio de sistemas de gestão de vendas.

Venda de produtos digitais

Os produtos digitais são outro exemplo interessante de oportunidade de negócio. Cursos online, e-books e consultorias são comercializados na internet e têm baixo custo para quem os produz. O que contribui para essa redução de valor são a possibilidade de produzi-los e divulgá-los trabalhando em casa, o que elimina custos com pessoal, ponto e contas fixas.

Como escolher um ramo tecnológico para investir?

Lendo até aqui, você já percebeu que o setor de tecnologia é promissor, não é mesmo? Mas, por ser muito amplo, ele pode deixar alguns empreendedores confusos, na hora de escolher um ramo para investir. Para ajudar, separamos algumas dicas!

Analise o seu perfil

Em primeiro lugar, você precisa pensar em você mesmo, no seu gosto e nos seus potenciais. É importante que você escolha um ramo que o agrade e que se encaixe no seu perfil de empreendedor. É nesse momento que você vai pensar se prefere vender soluções para outras empresas ou para o consumidor final, por exemplo.

Encontre um diferencial

O mercado já está cheio de soluções tecnológicas para diversos tipos de problemas. Você não precisa, necessariamente, descobrir uma nova dor e começar a desbravar aquele nicho. É possível ter sucesso oferecendo uma solução diferenciada e criativa para os mesmos problemas.

Avalie os números

As decisões com base em dados são possíveis, graças ao uso da tecnologia no dia a dia, e você precisa aproveitar essa oportunidade de fazer uma escolha embasada. Para isso, procure números e outras informações que provem que o negócio em questão tem valor para o mercado e será interessante para o público. Além disso, também é preciso pensar se o cliente estará mesmo disposto a pagar por esse produto ou serviço. Entenda as margens de lucro, os investimentos necessários e os riscos, antes de tirar o dinheiro do bolso.

Entenda a capacidade de escalar

A capacidade de escalar é a possibilidade de monetizar o negócio, de forma sequencial e com pouco esforço. Dessa forma, a manutenção da empresa e do produto se tornam mais fáceis, assim como a divulgação e o pós-venda.

Uma central de rastreamento veicular é um ótimo exemplo de negócio tecnológico escalável. Você adquire o hardware necessário, personaliza com a identidade visual da sua marca e pode vender o serviço para um número ilimitado de clientes.

O uso da tecnologia no dia a dia tem como principal objetivo facilitar a vida das pessoas. Por isso, não deixe de considerar também as melhorias que a solução em questão pode levar para a vida das pessoas.

Como a tecnologia impacta a sua rotina? Quais soluções você acha mais interessantes e quais ainda sente falta? Deixe um comentário!

Diferenciais de um rastreador para a sua central de rastreamento veicular

Quando um cliente está procurando a central de rastreamento que melhor o atenda, ele analisa alguns fatores, como: atendimento, custo-benefício e tecnologia.

Para se manter competitivo no mercado, é essencial investir nos melhores dispositivos e equipamentos para estar à altura do que o cliente exige e espera do seu serviço. Um rastreador de qualidade é uma ótima forma de se diferenciar.

Porém, também é preciso avaliar seu lado, enquanto fornecedor. As funcionalidades são compatíveis com a sua necessidade? Vão agregar ao seu negócio?

Ajudam a reduzir custos? Neste artigo, vamos falar sobre os diferenciais de um rastreador para sua central de rastreamento. Acompanhe a leitura e entenda mais sobre o assunto!

Qual a importância do rastreador?

Engana-se quem acredita que esse dispositivo serve “apenas” para rastreio. Apesar de se tratar de uma função básica, a tecnologia está ajudando a torná-lo cada vez mais útil para quem o utiliza — especialmente em um momento como o que estamos vivendo, que milhões de pessoas estão dependendo de serviços como delivery.

Ampliando a ideia para uma empresa de seguros, o rastreador aumenta as chances de recuperar veículos em eventuais sinistros. As empresas de logística, por exemplo, têm muito a ganhar, para proteger seus caminhões de carga. De acordo com a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC), apenas em 2019, foram registrados mais de 18 mil roubos de carga. Em reais, as perdas passam de R$1 bilhão.

Apesar de os números serem alarmantes, eles ainda são 17% inferiores ao ano anterior (2018), quando foi registrado mais de 22 mil casos. Esses dados são relevantes e apontam para a diferença que um rastreador pode fazer. Além de proporcionar mais segurança às cargas, também dá mais tranquilidade aos próprios motoristas.

Falando neles, o rastreamento em tempo real também ajuda no repasse de informações, tornando o processo, como um todo, mais ágil e qualificado para atender aos clientes, otimizando tempo e aumentando a produtividade.

Por que investir em um rastreador de qualidade?

Porque ele auxilia a reduzir gastos

Com o rastreador, a gestão consegue acompanhar — além da rota — o consumo de combustível e as condições de tráfego. Com isso, é possível planejar melhores percursos, otimizar a rotina de trabalho e até diminuir os custos com manutenção corretiva dos veículos.

Porque ele é mais seguro

Como já foi mencionado, o uso do rastreador deixa os motoristas mais tranquilos, já que a carga que eles estão transportando está segura contra eventuais assaltos. Esse benefício é decisivo para apostar no dispositivo.

Porque ele influencia no valor do seguro

Em uma central de rastreamento, em que se lida com diversos veículos ao mesmo tempo, é essencial que eles contem com uma apólice de seguro. Isso gera um custo considerável, mas, se esses mesmos veículos já possuírem seus rastreadores, o valor do seguro é reduzido automaticamente, pois é mais vantajoso (e menos trabalhoso) para as seguradoras.

Como escolher um bom rastreador?

Agora que você já entende como um rastreador pode agregar à sua central de rastreamento, vamos te ajudar a escolher um bom modelo, de acordo com a sua necessidade. Antes de investir, lembre-se que todo tipo possui vantagens e desvantagens, que devem ser analisadas a fim de tomar a melhor decisão.

SEGURANÇA: Este é um dos pontos mais importantes a serem considerados durante a escolha do rastreador.

Oferecer produtos e serviços de qualidade é primordial, pois o cliente que não teve uma boa experiência, além de não procurar novamente a empresa, muitas vezes propaga um feedback negativo que prejudica a reputação do estabelecimento no mercado. 

Além disso, é preciso considerar as principais funções de um rastreador. Certamente poucos terão todas as funções, mas o ideal é que o rastreador tenha o máximo dessas funções para garantir sua qualidade

GPS

Os rastreadores que funcionam por GPS contam com uma tecnologia mais avançada, captando informações de satélites. Os sinais emitidos por eles são bastante precisos e ágeis. Imagine um dado que vem, literalmente, de fora da Terra, e é convertido na melhor rota para o percurso que você deseja fazer, considerando onde está. Essa operação acontece em segundos, na velocidade da luz (300 mil quilômetros por segundo).

Além disso, diferente da tecnologia de radiofrequência, o GPS não é prejudicado pela pressão atmosférica. Sua acuracidade só é posta à prova em locais com túneis ou subsolos, onde sua antena tem dificuldade para captar e se comunicar com os satélites. Fora isso, o custo da sua manutenção tem caído ao longo dos anos, considerando que essa modalidade tem sido usada em veículos pesados que levam cargas de alto valor e por longas distâncias, carros de passeio e até motocicletas.

Conheça o rastreador Teltonika e saiba por que é uma ótima opção para sua empresa

Apesar de o dispositivo em si oferecer vantagens relevantes, ele pode não ser suficiente para atender a sua demanda. Por isso, além de rastreadores de excelente qualidade, como o fabricado pelo Teltonika, a Getrak oferece assistência 24 h aos seus clientes, para garantir que eles estão se adaptando bem ao software de rastreamento veicular.

Os rastreadores da Teltonika são mais fáceis de configurar, possuem as potentes tecnologia de Modem GPS (4 constelações), conexão bluetooth e FOTA (configuração massiva via nuvem), além de consumir pouca bateria — o que prolonga sua usabilidade e reduz os custos de manutenção.

Sua margem de erro é pequena, assim como o próprio dispositivo, o que também facilita sua instalação no veículo. Vários de nossos clientes, como a Smith Seg, é usuário da marca e vem tendo uma excelente experiência.

O rastreador é uma das principais ferramentas de uma central de rastreamento. Com um bom aparelho, é possível evitar acidentes, reduzir custos e otimizar tempo, vantagens fundamentais para todas as empresas, atualmente. Por isso, é fundamental escolher um modelo que atenda às suas necessidades e supere as expectativas.

Para oferece as melhores soluções, você vai precisar dominar todos os diferenciais de um rastreador para a sua central de rastreamento. Pode contar com a Getrak! Oferecemos toda a assistência necessária e estamos à disposição para tirar suas dúvidas e ajudar seu negócio.

Fale conosco: http://getrak.com.br/pt/contato

Como o uso do bloqueio veicular GConnect pode trazer benefícios para sua central?

Em uma central de rastreamento, é fundamental buscar por argumentos eficazes de vendas, conquistar a fidelização de seus clientes e encontrar alternativas para otimizar a sua operação interna.

Desta forma, você terá um poder de negociação mais amplo, além de possibilitar a melhoria da satisfação de seus clientes. O bloqueio veicular, por exemplo, é uma solução que pode ser utilizada para os melhores resultados de sua empresa.

Pensando nisso, elaboramos este material, para que você entenda o que é o bloqueio e quais os ganhos que ele traz para a sua central, além de ficar por dentro de como ele pode ser uma ótima oportunidade para o seu negócio. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o bloqueio veicular e quais os ganhos que ele traz para a sua central?

Você agora conta com a funcionalidade do bloqueio veicular via aplicativo GConnect. Por meio dele, a sua empresa obtém um diferencial comercial significativo a ser oferecido aos seus clientes, justamente pelos benefícios trazidos por essa solução.

Entre os benefícios proporcionadas pelo bloqueio, destacamos:

  • a utilização do bloqueio via app pelo motorista possibilita uma otimização de tempo dentro da operação da central;
  • oportunidade de contar com mais uma ferramenta aliada na prevenção contra roubos e furtos;
  • o bloqueio passa uma maior sensação de segurança para os clientes da central;
  • oferece maior autonomia para os seus clientes, uma vez que ele terá acesso ao bloqueio via app, de forma simplificada;
  • 5.   proporciona aumento da satisfação dos clientes.

Destacamos, ainda, a possibilidade de que essa funcionalidade seja utilizada de forma estratégica. Afinal, por meio dela, há maiores chances de se aumentar a taxa de recuperação de veículos sinistrados e furtados.

É preciso ter uma atenção especial ao adquirir um rastreador e observar se ele possui o comando de bloqueio em seu protocolo para que a funcionalidade possa ser utilizada.

Levando em consideração os ganhos que o bloqueio via GConnect traz para a sua central, o mesmo poderá ser utilizado como argumentação eficaz para a sua equipe de vendas, possibilitando o crescimento da sua base de clientes.

Por que buscar por diferentes soluções para a sua central?

A busca pela ampliação na oferta de ferramentas que ofereçam segurança ao seu cliente, permite uma fidelização mais efetiva e o aumento de vendas.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é o bloqueio veicular e quais são as suas vantagens, além de conferir como o seu negócio poderá ser beneficiado com diferentes soluções. 

Deseja conhecer um pouco mais sobre o bloqueio via GConnect? Entre em contato com a gente e converse com nossos profissionais!