Abri minha própria empresa de rastreamento, mas como me sobressair?

Sempre falamos muito em abrir uma central de rastreamento, damos dicas de como mantê-la eficiente, além de explicitar os custos e as maneiras que um novo dono de central deve lidar com o crescimento de sua operação. Porém, para manter tudo isso em ordem, é preciso que este novo empresário saiba lidar com um ponto muito importante: o mercado.

Entender as demandas, forças e fraquezas do segmento em que está inserido é essencial para que novas centrais – e até mesmo as mais antigas – se mantenham competitivas. Com o tempo, aquela que não consegue se adaptar às necessidades de seu cliente, acaba perdendo espaço para concorrência. Para que isso não ocorra, é importante ficar atento a alguns pontos. Mas afinal, quais são eles? A gente explica aqui:

Rastreadores

Ter um equipamento que faça o rastreamento é, obviamente, o essencial para o funcionamento da sua empresa. Afinal, é ele o produto que deve ser oferecido ao seu cliente, junto com suas várias finalidades.

Neste ponto, é preciso ter atenção em alguns erros comuns, para que problemas não aconteçam. Um custo muito baixo de um equipamento não quer dizer vantagens para sua empresa e por seu cliente. Esta é uma armadilha muito comum, que acaba trazendo prejuízos para a operação, já que vai exigir manutenções constantes, apresentando falhas com muita frequência.

Outro cuidado diz respeito ao consumo de dados. Fique atento! Alguns equipamentos podem consumir mais do que o plano que você possui, podendo trazer problemas como: taxa bem elevada de excedente ou até mesmo uma interrupção do sinal. Este é um erro muito comum no segmento.

O recomendado é optar sempre por um equipamento de qualidade e observar alguns requisitos fundamentais. O modelo escolhido é certificado pela Anatel? Se foi comprado através de um revendedor, este possui a documentação em dia e confiança para o serviço? Possui um suporte técnico e garantia, caso seja necessário?

Além destes pontos, é preciso também ficar de olho nas funcionalidades do equipamento. Já que existem algumas funções que são essenciais para um bom funcionamento. Dentre elas, destacamos algumas importantes: possuir ignição virtual ou por acelerômetro; ter modo Sleep e/ou SuperSleep; ter odômetro, horímetro, KM; ler tensão da bateria externa (veículo) e da bateria interna (rastreador); ter alerta para violação da bateria eterna, para falha ou baixa quantidade de bateria interna; sistema antifurto; e ter detecção de Jamming GPS e GPRS.

Em linhas gerais, quanto melhor a configuração, melhor será a performance de consumo de dados, além de trazer um rastreamento mais detalhado, com mais opções de ações.

Chips

Como dito anteriormente, a questão do consumo de dados é muito importante. Exceder o plano contratado pode trazer prejuízos financeiros – com taxas de excedente bem elevadas – ou até mesmo a interrupção do rastreamento. A má gestão de um chip pode ainda comprometer toda a operação, sendo aqui um ponto de atenção.

A escolha de uma operadora e plano adequados a sua região também é uma influência importante no seu serviço. O consumo dos dados é sempre uma problemática para muitos gestores de centrais, principalmente quando acontece de exceder o pacote contratado, interrompendo o rastreamento ou arcando financeiramente.

Uma vez conectado, seu cliente é cobrado segundo a quantidade de pacotes de dados transmitidos e não por tempo. Com isso você pode oferecer duas opções de chip: pré-pago ou pós-pago. Como o tráfego de dados é sempre gerado, mesmo com veículo desligado, é importante verificar a existência de créditos ativos, no caso de chips pré-pagos. Para conferir, é simples: basta o cliente ligar a cobrar para o número do chip presente no dispositivo.

No caso de planos pós-pago, é importante optar por um que tenha um pacote de dados eficiente e com uma quantidade adequada para um bom funcionamento.

Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre o mercado de monitoramento veicularPowered by Rock Convert

Além disso, é importante buscar entender qual é a melhor operadora dentro da região em que você pretende atuar. Isso evita que se depare com grandes áreas de sombra, fazendo com que o rastreador pare de transmitir as informações por um período muito grande. Isso pode comprometer, e muito, sua operação.

Software

Hoje, existem diversas plataformas focadas em rastreamento. Porém, muitas acabam apresentando soluções básicas, com pouca flexibilidade de integrações e quase nenhuma funcionalidade avançada. Por isso, este vem ser um ponto relevante em sua operação.

O software é a linha de frente com seu cliente. Logo, ele possui uma forte influência na ascensão de seu negócio. É por meio dele que se tem acesso à todos os dados colhidos pelo rastreador, sendo também um produto final de sua operação. Um sistema com informações relevantes e valiosas permite o gestor da frota ter uma visão abrangente e real de todos os veículos monitorados. Com as recorrentes mudanças do mercado, empresas querem soluções eficientes e que realmente tragam resultados financeiros positivos.

Para isso, um gestor de central de rastreamento deve oferecer um sistema que possui funcionalidades específicas, para atender seu cliente. Dentre elas: mapeamento completo das necessidades do cliente; mapeamento de estrutura e volume de demanda; análise de requisitos e funcionalidades; implantação local ou via web; e suporte especializado.

Estes são pontos principais e fundamentais, logo pode ser complementado segundo as necessidades de cada um. E lembre-se, quanto mais completo for o software, melhor é para você e para seu cliente. Telemetria avançada, customização, relatórios inteligentes, desempenho de motoristas, controle de rotas e trajetos, logística e gastos, cercas inteligentes, controle total de frota e controle de horas são alguns exemplos.

Instalação

Tome cuidado na instalação! Este é um dos grandes desafios e, quanto melhor for executada, com mais conhecimento sobre o equipamento, menor é o risco de falhas e defeitos. Rastreadores instalados em locais de difícil acesso é um trunfo importante em casos de roubo ou furto, já que evita que sejam desconectados caso isso venha ocorrer com seu cliente.

Além disso é preciso ter uma equipe treinada, que conheça as especificações do equipamento para não trazer problemas para seu cliente. Seus funcionários precisam também conhecer a plataforma na qual atuam, por isso é sempre importante estar promovendo cursos e reciclagens para deixá-los atualizados na prestação dos serviços.

Muitas empresas de rastreamento possuem, hoje, parceiros habilitados para indicar na hora de contratar instaladores. É sempre importante que um profissional treinado se encarregue disso, evitando assim custos adicionais, problemas ou dificuldades maiores.

Monitoramento

Um dos maiores erros de hoje é o fato de muitas centrais deixarem o monitoramento nas mãos do cliente. Em hipótese alguma deixe isso acontecer! Mantenha o controle, saiba o que está acontecendo com seu cliente para que problemas, como falta de comunicação do equipamento, possam ser corrigidos rapidamente.

Para que isso tudo aconteça, é necessário um atendimento eficiente. Seja na própria central, ou terceirizado (muitas empresas fazem isso). Para pessoas físicas, a recomendação é um atendimento 24hrs, com suporte em caso de roubo ou furto. Para empresas, é possível uma flexibilidade maior de horário. Mas fique atento com a qualidade!

Um atendimento proativo ajuda muito! Identificar veículos que não se comunicam a mais de 48 horas, por exemplo, é algo que sua central pode fazer sem que seja necessário um contato do cliente. Aqui, você já prever possíveis problemas e já contatar seu cliente, mostrando preocupação com o mesmo.

Entendidos estes pontos e tomados os cuidados necessários, sua central de rastreamento está pronta para prestar um serviço eficiente, agradar clientes e crescer cada vez mais em um mercado que se mostra bastante competitivo. Se sobressair é mais do que necessário para se manter na ativa.27

Powered by Rock Convert

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação